“Unidade foi a marca do V Congresso da CTB/RJ”, diz Paulo Sérgio Farias, reeleito presidente

Aconteceu, na manhã desse domingo (27), a Plenária Final do V Congresso Estadual da CTB Rio de Janeiro. Iniciada às 9 da manhã, a plenária reuniu centenas de delegados e delegadas que debateram, ao longo de todo fim de semana, os caminhos do sindicalismo classista em nosso país e os desafios dos trabalhadores e trabalhadoras na atual conjuntura político-econômica.

Os trabalhos foram iniciados com a apresentação da relatoria dos debates do congresso. Coube ao companheiro José Carlos Madureira fazer a apresentação aos delegados e delegadas do trabalho efetuado pela Comissão de Sistematização. Todas as emendas apresentadas no grupo de discussão (90% no plano de lutas e 10% no corpo do texto base ao congresso) foram incluídas no documento final do V Congresso da CTB Rio de Janeiro.

Os Delegados e Delegadas ao V Congresso da CTB Rio de Janeiro decidiram encaminhar para o Congresso Nacional, posição favorável à unificação da CTB com a CGTB. Em seguida foram apresentadas as Moções para apreciação dos delegados e delegadas presentes ao congresso.

A primeira foi uma moção de apoio aos familiares, parentes e amigos das vítimas da Covid-19. A segunda moção foi de apoio à Fazenda Cambayba pelo MST. A terceira moção de aplauso ao advogado do Presidente Lula, Cristiano Zanin, pela brilhante atuação na defesa do Presidente Luís Inácio Lula da Silva. A quarta moção foi de apoio à Ocupação Kathlem Romeu. A quinta moção foi de pesar pelo falecimento do ex-senador e jurista, José Paulo Bisol. Todas as moções foram aprovadas.

Logo em seguida foi votada a Tese Estadual que foi aprovada pela ampla maioria dos delegados e delegadas presentes no congresso da CTB RJ. As emendas à tese nacional foram apresentadas em seguida, bem como as resoluções do 6º Encontro Estadual da Mulher Trabalhadora (para incorporação ao documento). Ambas foram aprovadas pela maioria dos delegados e delegadas presentes. Foi aprovado também que a CTB Rio de Janeiro erguerá a bandeira pelo Impeachment Já do Presidente Jair Bolsonaro.

Durante a plenária final também aconteceu uma intervenção especial do Dr. Roberto Medronho, infectologista da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) que fez uma análise sobre o panorama nacional do enfrentamento à covid-19, com base em dados epidemiológicos. A apresentação teve coordenação da dirigente da CTB-RJ, Maria Celina de Oliveira. A intervenção foi encerrada com uma efusiva salva de palmas ao companheiro Ronaldo Leite, que nas palavras da dirigente da CTB-RJ, Maria Celina de Oliveira, “venceu a Covid-19 e quando venceu, todos nós vencemos juntos também”.

Após a intervenção do Dr. Medronho, foi estabelecida uma mesa especial das Mulheres Trabalhadoras, coordenada pela Secretária da Mulher Trabalhadora, Katia Branco, que contou com a participação da Secretária da Mulher Trabalhadora da CTB Nacional, Celina Areas.
A nova diretoria e a delegação ao Congresso Nacional da CTB foram eleitos em seguida, encerrando o congresso num clima de bastante unidade. O Presidente da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias, avaliou positivamente o Congresso:

“Foi um grande desafio pra nós realizar esse V Congresso totalmente virtual e torná-lo participativo, atrativo. Podemos considerar uma grande vitória a grande presença dos delegados e delegadas nesses três dias de debates. A unidade foi, sem dúvida, a grande marca desse V Congresso da CTB-RJ. A CTB sai muito fortalecida, preparada para novos desafios. Aliás, as palavras que saem do V Congresso da CTB RJ é esperançar, desafiar e reencantar. Eu agradeço a confiança das forças que compõem nossa direção estadual, nossa militância, aos homens e mulheres combativas da nossa CTB. Teremos pela frente muitos desafios. O desafio maior é o de reencantar nosso povo pela política, desafiar esse governo e derrotar esse projeto em curso no país comandado por essa extrema direita genocida para esperançar nosso povo, a classe trabalhadora para um novo país. Esse é o nosso sonho, um país desenvolvido, liberto das garras dessa ultra direita, que rume em direção a um projeto nacional de desenvolvimento com valorização do trabalho. Viva a CTB. Viva o V Congresso da CTB RJ.” – afirmou o presidente reeleito da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias.

Compartilhar: