É preciso elevar a consciência da classe trabalhadora, afirma Adilson Araújo na abertura do Congresso da CTB Bahia

Ocorreu na noite desta sexta-feira (2) a abertura do congresso estadual da CTB na Bahia. Centenas de trabalhadores e trabalhadoras acompanharam a reunião, que foi realizada via internet e contou 694 delegados e delegadas inscritas, sendo 254 (37%) mulheres.

Na abertura do congresso, o presidente da CTB Nacional, Adilson Araújo, enfatizou a necessidade de trabalhar incansavelmente pela elevação da consciência de classe dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiras.

“O centro da nossa preocupação deve se orientar pela necessidade de politizar nossa classe trabalhadora. Nós precisamos embriagar nossa classe trabalhadora de consciência política”, enfatiza.

Ele acentuou que não é suficiente discutir salários, benefícios e condições de trabalho, embora isto seja um dever indeclinável dos sindicatos. É necessário ir além

“Os sindicatos precisam enfrentar a revolução 4.0 e compreender todas as possibilidades e decorrências que possam advir do avanço da produtividade do trabalho, temos de debater o orçamento, debater para onde vai o dinheiro de Salvador, de Juazeiro, da Bahia, do Brasil, temos de influenciar o processo de distribuição e redistribuição da renda nacional através do orçamento público”, ressaltou.

A campanha Fora Bolsonaro também centralizou a atenção dos congressistas. O congresso baiano inaugura a temporada de congressos estaduais da CTB em julho, etapa necessária e indispensável do V Congresso Nacional que será realizado nos dias 12 a 14 de agosto.

Confira os demais estados que realização congressos classistas em julho:

Piauí – 3 de julho

Roraima – 3 de julho

Mato Grosso – 8 de julho

Amapá – 9 de julho

Acre – 9 de julho

Paraná – 17 de julho

Compartilhar: