Sem categoria

“Vivemos um processo de minimização do papel do Estado”, diz secretária de Políticas Sociais da CTB

Vânia Marques é a nova secretária de Políticas Sociais da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). Em entrevista ao Portal CTB, a dirigente contou sobre sua trajetória no movimento sindical e os desafios para a gestão diante da atual conjuntura mundial.  

“Vivemos um processo de minimização do papel do Estado através do avanço do capitalismo, reduzindo ou retirando o acesso de políticas públicas e sociais fundamentais para a classe trabalhadora”, denunciou a dirigente.

Marques, que atuava no conselho fiscal na última gestão, iniciou sua militância sindical em 2004 ao integrar um acampamento da reforma agrária. “ Naquele mesmo ano participei do Grito da Terra Brasil e entendi a importância do sindicato”, lembrou ela que cursava na época Pedagogia da Terra no Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera).

“Foi no âmbito da educação do campo que iniciei a militância na Fetag (Federação do Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares) ainda sem estar na diretoria da federação”, explicou a dirigente que atuava em programas como Educar no Campo e Segundo Tempo.

whatsapp image 2017 09 14 at 15.51.31

“Em 2009 compus a direção do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Iraquara, na secretaria de Políticas Sociais e Formação e Organização Sindical”, destacou a sindicalista que no ano seguinte integrou a suplência da diretoria da Fetag, assumindo a secretaria de formação no último ano do mandato. Já em 2014, atuou como secretaria de Formação e Organização Sindical da federação.

Para ela, diante da crise do capitalismo mundial e da ofensiva conservadora somente a unidade e resistência dos povos irá barrar retrocessos. “Isso nos desafia a sermos mais fortes na nossa luta, e mais coerentes com as táticas para o enfrentamento à esse golpe que aprofunda as mazelas do capitalismo”, frisou.

Portal CTB 

Compartilhar: