Sem categoria

Unicidade é destacada durante abertura do 9º Congresso da Fetaemg

Começou na última segunda-feira (06), com a presença de 700 participantes o 9º Congresso Estadual de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (CETTR), em Caeté, Minas Gerais.

O CETTR, promovido pela Federação dos Trabalhadores em Agricultura de Minas Gerais (Fetaemg), tem o objetivo de definir suas diretrizes operacionais e eleger as Diretorias Executiva e Regional, Coordenações Estadual das Comissões de Mulheres e de Jovens Rurais, Conselho Fiscal e respectivos suplentes, os quais integrarão o conjunto da Direção e Representação da entidade no período de junho/2014 a junho/2018.

Durante a cerimônia de abertura, o presidente da Fetaemg, Vilson Luiz da Silva destacou a importância de se trabalhar para garantir a unicidade sindical e cobrou das autoridades presentes ações em benefício às famílias do meio rural.”A minha avaliação é positiva neste primeiro dia de Congresso, pois tivemos um número signficativo de participantes e espero que nos próximos dias possamos debater e aprovar propostas que realmente possam trazer benefícios para a categoria.” O presidente destacou como ponto forte dos debates no Congresso a questão da unicidade e estrutura sindical. “Neste momento que estamos vivendo, a classe trabalhadora precisa buscar a unicidade. Precisamos avançar também na reforma agrária e também em outras áreas”.

Já o presidente da Contag, Alberto Ercílio Broch destacou a importância do Congresso como um momento democrático para debater sobre questões de interesse dos trabalhadores e trabalhadoras rurais. “Esse Congresso tem como principais diretrizes discutir a unicidade sindical e avaliar sobre as ações da Fetaemg, os desafios para o próximo período e a importância política que os temas que serão debatidos têm a nível nacional”, afirmou Broch.

fetaemg congresso mesa

O secretário-geral da CTB, Wagner Gomes,que também participou da abertura, destacou a significativa participação dos rurais na Central e afirmou que o momento é de grande importância, não só para o Movimento Sindical, mas também para Central, pois os temas que serão debatidos fazem parte da luta da Central. “Hoje os trabalhadores rurais signficam quase a metade da base da CTB e estamos conseguindo que eles trabalhem no mesmo rumo da nossa Central.”

Também participaram da abertura o secretário de Formação e Organização Sindical da Contag, Juraci Moreira Souza, o vice-presidente da Fetag São Paulo, Elias David de Souza, além de representantes dos Governos Federal e Estadual e entidades parceiras.

Diretrizes

Durante os próximos dois dias os delegados e delegadas, divididos em grupos por comissões temáticas, irão debater os temas como Auto Sustentação Financeira e Gestão Sindical; Reforma Agrária e Meio Ambiente; Política Agrícola e Cooperativismo;; Assalariados e Assalariadas Rurais; Políticas Públicas e Sociais, Previdência e Assistência Social; Contra a discriminação da mulher, sua emancipação e ampliação de sua participação na sociedade e no MSTTR; Estrutura, Organização, Formação e Comunicação Sindical; Ampliação da participação de jovens e 3ª idade e políticas de igualdade racial.

Nesta quinta-feira (08), os debates continuam com os trabalhos de discussão e votação das propostas divergentes, contraditórias, além das que foram incluídas no documento base durante os debates nas oito comissões temáticas.

Na comissão temática que tratou da estrutura, organização, formação e comunicação sindical, por exemplo, os delegados destacaram a necessidade de construir o projeto político de formação no MSTTR-MG, além de ampliar o investimento em cursos de formação para dirigentes sindicais. “É necessário elaborar um plano de formação para o Movimento Sindical em Minas, levando em conta as características de cada região”, ressaltou o secretário de Formação e Organização Sindical da Contag, Juraci Moreira Souto.

As propostas que forem aprovadas no plenário definirão as diretrizes operacionais da Fetaemg para os próximos quatro anos.

No último dia do Congresso (09/05) acontece a eleição da nova diretoria da Fetaemg para o mandato de junho de 2014 a junho de 2018.

Fonte: Fetaemg

 

Compartilhar: