Trabalhadores dos Correios do Rio distribuem carta aberta à população explicando greve

Depois da assembleia que decidiu por iniciar uma greve nos Correios por tempo indeterminado, a direção do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Rio de Janeiro (Sintect-RJ) fará na sexta-feira (18), a partir das 10 h, um grande ato no centro de Nova Iguaçu, distribuindo carta aberta à população da Baixada. A greve no Rio tem uma adesão de 80% da categoria, indignados com a proposta do governo de zero de aumento e um abono de R$ 150,00. A maioria das agências aderiu ao movimento.

Para Ronaldo Martins, secretário geral do sindicato, os trabalhadores estão no limite e foram desrespeitados pela empresa com as propostas apresentadas. “Os ecetistas estão dando uma resposta aos desmandos dessa gestão Wagner Pinheiro. Vamos parar todas as unidades dessa empresa e ir para luta em defesa dos nossos direitos,” declarou o presidente.

O local da manifestação será a Praça Ruy Barbosa, no centro de Nova Iguaçu, e servirá para informar a população sobre as principais reivindicações dos trabalhadores, entre elas a reposição da inflação (estimada em 9%) mais aumento real de 10%, a realização de concurso público e contratação de mais funcionários e o seguro de vida para motoristas, motociclistas e operadors de equipamentos pesados.

A pauta de reivindicações do comitê de campanha salarial foi entregue no final de junho e continua sem contraproposta por parte da ECT, que preferiu entrar com pedido de mediação no TST (Tribunal Superior do Trabalho).

Com informações do Sintect-RJ

Compartilhar: