Sem categoria

Sitram e CTB participam da Parada Internacional de Mulheres em Roraima contra a PEC 287

No Dia Internacional da Mulher, 8 de março, não houve o que se comemorar pelas trabalhadoras. Porque se têm motivos de sobra para lutar e se manifesta contra a retirada de direitos. O Sitram e a CTB se juntaram a mais 36 entidades sindicais na Parada Internacional de Mulheres em Roraima que aconteceu em frente ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) do estado. O ato foi contra a PEC 287/2016 que prevê a Reforma da Previdência.

Para os representantes sindicais que participaram da ação a população ainda não acordou para o desastre que pode acontecer se a PEC for aprovada. “Se a PEC 287 for aprovada, será o fim da Previdência Social. Municípios serão instintos.

A classe trabalhadora rural será a mais afetada. Trabalharemos por mais anos, esperaremos mais ainda e ganharemos menos ao conseguir o benefício da aposentaria. Se ainda estivermos vivos”, alertou a presidente da CTB e vice-presidente do Sitram, Lucinalda Coelho.

Ainda segundo a presidente da CTB, as mudanças propostas pelo governo Temer irão afetar principalmente as mulheres. “Precisaremos trabalhar o mesmo tempo que os homens para garantir nossa aposentadoria. Isso é uma absurdo visto que nós mulheres temos jornadas triplas”, concluiu Lucinalda Coelho.

Os participantes da Parada assinaram uma carta que será entregue aos representantes de Roraima na Câmara Federal.

Confira como foi a manifestação nas fotos abaixo:

roraima3.jpg

roraima2.jpg

CTB Roraima

Compartilhar: