Sem categoria

Sindimetal-Rio comemora centenário com grande festividade

O Sindimetal-Rio realizou, no dia 6, uma comemoração a altura dos 100 anos da entidade. Centenas de trabalhadores e suas famílias estiveram na sede para este momento histórico do sindicalismo brasileiro.

A sede do Sindicato foi preparada especialmente para receber a festividade. As crianças tiveram espaço privilegiado com diversos brinquedos durante todo o dia.

Inicialmente, o Sindicato recebeu a Velha Guarda do Paraíso do Tuiuti e a Velha Guarda da Mangueira, que emocionou a todos com sambas novos e antigos. A quadra do Sindicato virou um verdadeiro baile carnavalesco. Ao final, o presidente do Sindicato, Jesus Cardoso, agradeceu a presenças dos componentes e destacou que no ano passado o samba também completou 100 anos.

Para homenagear a todos os metalúrgicos, o presidente do Sindimetal, Jesus Cardoso, relembrou o sambista Almir Guineto, que faleceu no dia 5, e destacou sua música que diz: “Tem que lutar, não se abater, E só se entregar a quem te merecer. Não estou dando nem vendendo, Como o ditado diz. O meu conselho é pra te ver feliz”. Para Jesus, é preciso continuar na luta e enfrentar o governo golpista de Temer, que vem tirando os direitos dos trabalhadores, com a aprovação da terceirização e as reformas da previdência e trabalhista.

O Sindimetal-Rio também inaugurou a placa comemorativa dos 100 anos da entidade, com a participação do presidente nacional da CTB, Adílson Araújo. No evento também estiveram a presidente nacional do PCdoB, a deputada federal Luciana Santos, as deputadas Jandira Feghali e Enfermeira Rejane e os deputados do PT, Luiz Sérgio e Waldeck Carneiro, o vereador Reimont e Roberto Amaral, que representou a Frente Brasil Popular. O Sindicato ainda recebeu dirigentes de diversos sindicatos, o presidente da Fitmetal, Marcelino Rocha, o secretário-geral da UIS Metal, Francisco Souza, o presidente da CTB-RJ, Ronaldo Leite, entre outros.

A noite ainda foi muito animada com a apresentação dos grupos Afroreggae e Pique Novo.

Da CTB-RJ

Compartilhar: