Sem categoria

Sem horizonte de retomada e com indústria e serviços em crise, PIB fica em 1%

 

Com a indústria e o setor de serviços em crise, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu, puxado pelo agronegócio, apenas 1% em 2017. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (1º/03) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  

Segundo o IBGE, a alta na agropecuária veio, principalmente, das lavouras do milho, com crescimento de 55,2%, e da soja (19,4%). Na indústria, enquanto o setor extrativo subiu 4,3%, a construção recuou 5%. Já a indústria de transformação avançou 1,7%. Nos serviços, o comércio cresceu 1,8%.

Já a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), dado que aponta investimento das empresas, caiu 1,8% no ano passado.

A queda da FBCF foi puxada pela construção, de acordo com o instituto. A alta no consumo das famílias é explicada “pelo comportamento dos indicadores de inflação, juros, crédito, emprego e renda no ano de 2017”.

Portal CTB, com informações do IBGE

Compartilhar: