Sem categoria

Reunião no Ministério da Fazenda

Durante o Grito da Terra Brasil, que está acontecendo hoje (27), em Brasília, representantes da Contag foram recebidos no Ministério da Fazenda, pelo secretário executivo da pasta, Nelson Machado, para uma reunião. Participaram do encontro, representantes da Contag, das federações e dos sindicatos rurais.

A entidade reivindicou R$1,1 bilhão para a reforma agrária. Entre outros pontos, foram apresentados como prioritários a necessidade de liberação de R$500 milhões para projetos em andamento no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra),  R$35 milhões para o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária ( Pronera) e R$5 milhões para o Crédito Fundiário.

Além disso, os manifestantes reivindicaram um descongestionamento de R$200 milhões para assistência técnica, voltada para a questão da política agrícola. A Contag reforçou o pedido para recomposição do orçamento, já que só para o Incra houve corte de 37% da verba prevista para o órgão.  E ainda pediu agilidade na liberação do recurso para as ações que são urgentes, como o problema da seca, no Sul, e das enchentes, no Nordeste.

Nelson Machado explicou que os cortes aconteceram por causa da crise, que ocasionou um contingenciamento de recursos no governo federal de R$20 bilhões. Segundo o secretário, o governo está tentando manter as necessidades emergenciais. “Agora está muito difícil liberar recurso, mas há perspectiva de melhora para o 2° semestre”, previu Machado.

“O governo colocou suas dificuldades, mas houve indicação de que eles vão estudar, para tentar liberar algum recurso específico para agricultura familiar”, analisou Alberto Boch.
Fonte: Iara Balduino, Agência Contag de Notícias

Compartilhar: