Sem categoria

Presidente da Upes é preso e agredido pela Guarda Municipal de Mauá

Notícia de primeira mão. Mostrando total despreparo para a democracia, a Guarda Municipal de Mauá agrediu um grupo de estudantes que ocupou a Câmara Municipal da cidade. O presidente da União Paulista dos Estudantes Secundaristas (Upes), Emerson Santos (Catatau), foi agredido e está preso.

“Eles bateram nele e o levaram sangrando para a uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), porque abriram a cabeça dele e em seguida o prenderam”, denuncia Renato Ribeiro, presidente da União da Juventude Socialista (UJS) de Mauá.

emerson santos upes presidente

Catatau na ocupação da Assembleia Legislativa de São Paulo, que conquistou a CPI da Merenda no estado

Os jovens ocuparam na tarde desta terça-feira (2) o plenário da Câmara.  “O objetivo era forçar a instauração da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Merenda para investigar as acusações de superfaturamento da merenda escolar no município”, diz Ribeiro. “Além de protestarmos contra a precariedade do transporte público na nossa cidade e pelas acusações de desvios na compra de sacos de lixo”.

Segundo ele, a ocupação ocorreu de forma pacífica. “Mas a guarda municipal, seguindo ordens do presidente da Câmara, Marcelo Oliveira (PT) e do prefeito Donisete Braga agiu com truculência e prendeu o Catatau e o nosso militante Marcelo Oliveira”, denunciou Ribeiro.

Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

Compartilhar: