Sem categoria

Metalúrgicos fecham acesso ao aeroporto do Galeão em protesto contra demissões

Não adiantou o forte aparato de segurança em todo o aeroporto. O Sindimetal-Rio fez na manhã desta quinta-feira (4), de feriado na cidade, uma manifestação para denunciar o alto desemprego entre os metalúrgicos do Rio de Janeiro. Por diversos momentos, com faixas, o Sindicato fechou uma das ruas de acesso ao aeroporto internacional do Galeão.

A crise política e econômica do país tem afetado drasticamente a indústria metalúrgica, em especial a do setor naval, que tem forte presença no estado do Rio. Estaleiros como Rio Nave, Sermetal e Eisa fecharam as portas. Outros continuam demitindo em massa. As empresas do ramo metalúrgico diariamente estão demitindo seus funcionários. Para piorar, em várias empresas os ex-funcionários sequer recebem suas verbas rescisórias.

O aeroporto internacional do Galeão e o trajeto até ele estão cercados pela segurança para as olimpíadas. Mesmo assim, o Sindimetal bloqueou uma das ruas para denunciar a situação dos milhares de demitidos. Imediatamente, Exército, Polícia Militar e Polícia Federal foram ao local e cercaram a manifestação.

O Sindimetal continuará realizando atos para mostrar para a sociedade o que os trabalhadores estão passando, muitos estão com sérias dificuldades financeiras e não conseguem honrar com seus compromissos. O ato também é uma forma de chamar a atenção do governo federal e da Petrobrás para que retome os investimentos na indústria, principalmente no setor naval, para gerar obras e empregos aos milhares de metalúrgicos.

Por Marcos Pereira, do Sindimetal-Rio

Compartilhar: