Sem categoria

Mano Brown defende a reforma agrária durante entrevista

O rapper Mano Brown, líder do Racionais MCs, visitou um edifício ocupado por trabalhadores sem-teto, no número 360 da rua Mauá, no centro de São Paulo, para a gravação do clipe Marighella, na última quinta-feira (17).

Em discurso à comunidade, Brown disse o problema do país é a distribuição de terra e a garantia de moradia.

“A luta do Brasil é a distribuição de terra. Só que muitos deles que falam da distribuição de terra são latifundiários também. Tem muita terra improdutiva lá. Por que eles são herdeiros dos caras que tinham muita terra. E eles não dividem terra com ninguém”, falou Brown.

Mano Brown atacou o candidato pelo PSDB à prefeitura de São Paulo, José Serra, o atual prefeito Gilberto Kassab e o governador do estado Gerando Alckmin. “Existe direita. Kassab é direita, Alckmin é direita”.

“O problema do Brasil é moradia. Se a gente tiver espaço, um quintal razoável, pros nossos filhos poderem correr, crescer com saúde… (…). Só queremos espaço pra viver – nem melhor nem pior, mas igual”, defendeu.

Em entrevista à TV Folha, ele resgatou que “Marighella falava sobre isso: Reforma Agrária, dividir as terras e justiça social”. “Querem fazer justiça com cota. Justiça começa com cota de terra”, defendeu o rapper.

Confira a entrevista

{youtube width=”600″ height=”300″}RNW25XJIrFw{/youtube}

Ouça o discurso de Mano Brown aqui.

Música “Marighella”, que Mano Brown fez  em homenagem ao militante comunista que faria 100 anos em 5 de dezembro de 2011, que teve uma militância política de mais de 30 anos nas fileiras do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e atuou na guerrilha urbana, quando foi assassinado pela ditadura em 1969:

 

{youtube width=”600″ height=”300″}1ea1o9q2bW0{/youtube}

Fonte: MST

Compartilhar: