Mais um acordo de cessar-fogo entre Israel e a Palestina

massacre-gaza-palestina-israel

Nesta terça-feira(22), as delegações israelenses e palestinas alcançaram um acordo para um cessar-fogo por tempo ilimitado na Faixa de Gaza, com mediação do Egito. O acordo foi confirmado pelo presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas e pelo Ministério de Relações Exteriores de Israel. Às 13 horas (horário de Brasília) entrou em vigor.

Autoridades palestinas e egípcias disseram que o acordo pede uma interrupção por tempo indeterminado das hostilidades, a abertura imediata das fronteiras de Gaza com Israel e Egito e uma ampliação da zona de pesca do território no Mediterrâneo. 

Em uma segunda etapa da trégua que começará daqui um mês, Israel e os palestinos devem discutir a construção de um porto em Gaza e a libertação de prisioneiros do Hamas na Cisjordânia, possivelmente em troca dos corpos de dois soldados israelenses supostamente mantidos pelo Hamas, disseram autoridades.

O conflito fez profundos estragos na Faixa de Gaza. Autoridades de saúde palestinas dizem que 2.139 pessoas, a maioria civis, incluindo mais de 490 crianças, foram mortos desde 8 de julho, início da campanha israelense com o objetivo declarado de conter os lançamentos de foguetes. O Centro Palestino de Direitos Humanos afirmou que 540 mil pessoas foram deslocadas em seu território.

Do lado israelense, 64 soldados israelenses e cinco civis em Israel morreram.

Fonte: Agencias

Compartilhar: