Sem categoria

Hoje todos à assembleia da Apeoesp para descobrir onde está o dinheiro da merenda das crianças

A União Paulista dos Estudantes Secundaristas (Upes) promete mobilizar toda sua força para se unir às educadoras e educadores da rede pública estadual de São Paulo em assembleia na Praça Roosevelt, centro da capital, a partir das 14h.

“A situação da educação na rede pública em nosso estado está degradante. Não tem merenda e ninguém sabe quando vai voltar a ter. As salas de aula estão superlotadas e os alunos e alunas são colocados em escolas distantes, além de faltar estrutura mínima necessária para um aprendizado com qualidade’, afirma Ângela Meyer, presidenta da Upes.

Já Francisca Seixas, secretária de Assuntos Educacionais e Culturais da Apeoesp (sindicato das trabalhadoras e trabalhadores da educação pública estadual) contesta a proposta de reajuste de 2,5% feita pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).

apeoesp assembleia roosevelt 8 de abril

“ O último reajuste que tivemos foi em julho de 2014. E nesses quase 2 anos, acumulamos uma perda de 16%, então fica difícil aceitar essa proposta indecorosa”, diz. O governador volta com sua política de bônus para “premiar” a “meritocracia”. Segundo Francisca, Alckmin promete gastar R$ 500 milhões em bônus.

A Apeoesp rejeitou essa proposta porque 2,5% não repõe nem a inflação do período. A Secretaria Estadual de Educação diz ter feito uma consulta interna e a maioria preferiu aceitar o bônus.

“Na nossa opinião, esse tipo de atitude, é um desrespeito ao sindicato, legítimo representante da categoria”, reforça Francisca. Ela explica que “o dinheiro que falta para o reajuste está no desvio de R$ 17 bilhões da educação e no caixa 2 do PSDB com o roubo da merenda”.

Ângela concorda com ela e conta que os estudantes derrotaram a “reorganização escolar nas ruas e ocupando as escolas, com amplo apoio de toda a sociedade, aí começa o ano letivo e o governador fecha quase 2 mil salas de aula, despeitando até ordem judicial”.

“A situação está precaríssima e por isso amanhã teremos reunião do Conselho Estadual de Representantes, seguido de assembleia da categoria para definirmos o calendário de luta para este ano”, conclui Francisca.

 Serviço:

O que: Assembleia estadual da Apeoesp com paralisação
Onde: Praça Roosevelt, centro, São Paulo
Quando: Sexta-feira (8), às 14h

Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

Compartilhar: