Sem categoria

Dirigentes do Sinproesemma participam do movimento nacional Ocupe Brasília

Dando continuidade à agenda de protestos contra as reformas da Previdência e do Trabalho e diante da crise política com as denúncias que incriminam o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves, delegações de vários estados do Brasil marcham para Brasília para o movimento nacional “Ocupa Brasília”, que será realizado nesta quarta-feira (24), na capital federal. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) participa do protesto com uma delegação composta de sete sindicalistas, representando os educadores maranhenses no grande protesto.

“Estamos vendo a máscara dos golpistas caindo. Isso é um reflexo das cobranças das Centrais Sindicais que continuam nas ruas para tirar esse governo Temer golpista, que está fazendo reformas prejudicando toda a nação, em especial os trabalhadores. Então, com toda a verdade vindo à tona, estamos vendo a verdadeira cara desse governo. Agora, conclamamos a sociedade para lutar ainda mais por eleições diretas, urgente, limpando toda essa sujeira do nosso país”, pontuou Oliveira.

As delações feitas pelo dono da empresa JBS, Joesley Batista, com provas em áudios e vídeos, envolvendo em crime de responsabilidade o presidente golpista Michel Temer (PMDB) e em atos de corrupção o senador Aécio Neves (PSDB), desmascaram o golpe que foi armado contra o governo legítimo da presidenta Dilma Rousseff (PT), no ano passado.

Para a secretária de Imprensa do Sinproesemma, Ilza Almeida, diante das denúncias e das reformas que vinham sendo aprovadas, sem a participação da sociedade, com graves prejuízos aos trabalhadores, em especial às mulheres, o impeachment seria o melhor caminho para o golpista Michel Temer.

“Diante de tantas reformas que prejudicam os trabalhadores, especialmente as mulheres, esse é o momento de passar o Brasil a limpo. Estamos vendo que tirar a presidente Dilma com falsas promessas só piorou a situação e agora a gente vê que não é bem assim. A população tem que ir às ruas em defesa do nosso país e pedir o impeachment desse governo golpista e eleições diretas, já”, pontuou Ilza.

Mobilização

Em defesa da democracia, pelo impeachment de Temer e pelas eleições diretas, as centrais sindicais esperam colocar em Brasília, nesta quarta-feira (24) mais de 100 mil trabalhadores de todas as regiões do Brasil.

O protesto já estava agendado, antes das denúncias da JBS contra Temer, mas ganha força com esses últimos acontecimentos na crise política do Brasil, exigindo a renúncia imediata do presidente Temer e a cassação de Aécio Neves, que ficou em segundo lugar na disputa pela presidência do Brasil, em 2014, quando a Dilma Rousseff foi reeleita por vontade popular.

Delegação do Sinproesemma

Dando continuidade agenda de lutas e combate às medidas do governo golpista, Michel Temer, que ataca e retira direitos dos trabalhadores em todo o país, o Sinproesemma participa da 9ª Marcha da Classe Trabalhadora, intitulada “Ocupe Brasília”

O evento organizado pela Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e demais centrais sindicais reafirmará o repúdio às propostas de reformas trabalhista, previdenciária e demais atrocidades comandadas pelo governo sem voto contra a população brasileira. A concentração será no Estádio Mané Garrincha.

A delegação do Sinproesemma, comandada pelo presidente Raimundo Oliveira, representando os trabalhadores da educação pública do Maranhão, é composta por dirigentes de várias regionais como São Luís, Açailândia, Codó, São José de Ribamar, Imperatriz e Zé Doca. Além de Raimundo Oliveira, participam Isabel Cristina Lins, Maria Militana Martins, Dalvanira Nunes, Jean Pierry, Josivaldo Silva, Willas de Morais e Raimundo Silva.

Compartilhar: