Sem categoria

Diretas Já: artistas e movimentos de São Paulo promovem show em defesa do voto popular

Dirigentes da CTB marcaram presença no ato cultural Diretas Já, promovido no último domingo (05), no Largo da Batata, em São Paulo. O movimento foi promovido por entidades estudantis, movimentos populares, setores da cultura e midialivristas em torno de uma única bandeira: A luta por eleições diretas para presidente da república.

Artistas e lideranças sociais destacaram durante o ato a necessidade de ampliar o movimento pelas eleições diretas assim como a necessidade de um novo projeto para o país que retome a democracia e a inclusão social.

diretas ja2

A presidenta da UNE, Carina Vitral, elogiou e agradeceu a união de forças entre artistas e movimentos em torno das diretas. “Esse ato enche o meu coração de esperança. Sairemos vitoriosos e vitoriosas dessa batalha. Depois de um ano lutando vemos que tudo o que denunciávamos está acontecendo. O golpe foi dado no Brasil para implementar um programa de reformas, que faz parte do projeto de retrocesso, elitista e retirada de direitos”, afirmou.

Na opinião de Carina, o movimento das diretas precisa se fortalecer através de cada militante. A presidenta da UNE também ressaltou a importância de ser popularizado entre o grande público o programa para o Brasil proposto pela Frente Brasil Popular. “É importante ler, compartilhar, debater”, disse. São propostas para retomar a democracia no pais e fortalecer os direitos e as políticas de inclusão social.

Raimundo Bonfim, da Central de Movimentos Populares, que também integra a Frente Brasil Popular, também destacou a unidade entre o mundo da cultural e os movimentos sociais. “Essa unidade é muito importante. Estamos juntos por um só grito: Fora temer e por diretas já. Queremos o fim do governo temer e o fim das reformas. A nossa bandeira é amplitude, uma campanha que envolva o Brasil pelas diretas já”.

sato109945

O músico Edgard Scandurra enfatizou a importância do ato como um ponto e partida contra esse pacote de maldades desse governo de corruptos. “É todo mundo denunciado, todo mundo tá em gravação. Quanto mais alto for o grito mais a gente vai sair de uma bolha pra atingir toda a população. Tem que tirar esse presidente, novas eleições pra voltar a ter uma alto astral no país”.

Durante o ato se alternaram shows, entre eles de Chico César, e depoimentos de lideranças sociais e sindicais. A expectativa da organização é de que o ato se encerre apenas no início da noite deste domingo, quando está programada a apresentação de Pitty, Criolo, Emicida, Péricles e Tulipa Ruiz.

pericles109948

Portal CTB com agências

Compartilhar: