CTB mobiliza sindicatos em apoio a Cuba junto às Nações Unidas

Parte da Direção Nacional da CTB recebeu nesta quinta-feira (4), em sua sede, a visita do cônsul-geral de Cuba, Lázaro Méndez. Durante o encontro, acertou-se que a CTB iria mobilizar suas entidades filiadas a manifestar seu apoio à causa dos Direitos Humanos em Cuba junto à Organização das Nações Unidas (ONU).

Em breve, Cuba voltará a demonstrar seus avanços em matéria de Direitos Humanos junto à ONU, por conta do chamado Exame Periódico Universal, aplicado a todos os países pela entidade internacional. Em 2009, o governo cubano cumpriu com todos os requisitos com êxito. Agora, em 2012, segundo Méndez, a avaliação se dará sob fortes pressões da direita, sobretudo de grupos financiados pelos Estados Unidos.

“Este é o momento para que os amigos de Cuba mostrem ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, a partir de testemunhos objetivos, os avanços que o país trilha num campo tão arduamente defendido e por nós valorizado”, argumenta o cônsul cubano.
A Secretaria do Conselho da ONU admite, como prática para todos os países, que organizações como sindicatos, ONGs e movimentos sociais em geral expressem suas opiniões a respeito da nação que será avaliada.

A CTB, na condição de entidade que está sempre na linha de frente dos interesses do povo cubano, já manifestou publicamente seu apoio (clique aqui para ler). Nesse sentido, sua Secretaria de Relações Internacionais decidiu disponibilizar, neste espaço, um modelo (em espanhol) já com o formato necessário para que todos os seus sindicatos e federações filiados façam o mesmo.

É importante frisar que o texto deve conter a folha de rosto (clique aqui para acessar o modelo), uma breve apresentação da entidade e a íntegra da nota dirigida ao Secretariado do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

É fundamental também que os textos sejam enviados, impreterivelmente, até a próxima terça-feira, 9 de outubro, para a ONU, no email [email protected]. Após o envio, a CTB pede para que a mesma mensagem seja enviada para sua Secretaria de Relações Internacionais, no email [email protected].

Contamos com a solidariedade de nossas entidades filiadas.

Compartilhar: