CTB-RS participa de #OcupeBrasília e conclama classe trabalhadora para barrar reformas

Nesta quarta-feira (24), a capital federal foi ocupada por trabalhadores de todos os estados brasileiros, que pediram pela renúncia do presidente Michel Temer e que, na vacância do cargo, sejam feitas novas eleições diretas, para que os eleitores brasileiros possam eleger seu presidente.

Povo em movimento: caravanas da CTB partem de diversos estados rumo à capital federal

O ato #OcupeBrasília, convocado pelas centrais sindicais e movimentos sociais, teve início às 9h, com concentração em frente ao estádio Mané Garrincha, e encerrou no final da tarde, em frente ao Congresso Nacional. Mais de 200 mil trabalhadores participaram da caminhada.

Ainda na concentração, o presidente da Fecosul e da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Rio Grande do Sul (CTB-RS), Guiomar Vidor, falou sobre a importância da unidade da classe trabalhadora neste cenário de retrocessos e frisou a necessidade das atividades de mobilização seguirem acontecendo em cada estado brasileiro, até que sejam barradas as reformas trabalhista e da previdência.

“O dia de hoje tem um valor especial. Essa manifestação, que juntou mais de 200 mil pessoas em Brasília, sendo seguida em outras cidades em todo o Brasil, é um retundo não a Temer e ao Congresso Nacional, que legisla de costas para o povo brasileiro. Voltando a nossos estados, temos que seguir mobilizados, temos que visitar todos os deputados golpistas que querem acabar com os direitos da classe trabalhadora. Vamos denunciar esses corruptos e ladrões de direitos dos trabalhadores”, afirmou Vidor.

Ao longo da caminhada, lideranças políticas e sindicais de todo o país fizeram uso da palavra nos caminhões de som para mobiliar os trabalhadores. Entre as lideranças, o deputado federal gaúcho Assis Melo (PCdoB), que também defendeu a renúncia do presidente da república e convocou os trabalhadores a seguirem nas ruas para pressionar os deputados que são a favor das reformas.

Comerciários 

Do Rio Grande do Sul, saíram mais de 10 ônibus, entre comerciários e demais categorias filiadas à CTB. Outras centrais também mobilizaram trabalhadores para o ato, totalizando cerca de 50 ônibus vindos do sul que desembarcaram na capital federal.

Na semana passada, cerca de 50 representantes de Sindicomerciários e dirigentes da Fecosul passaram alguns dias em Brasília, em intensa agenda de mobilizações para pressionar os parlamentares a votarem contra as reformas.

Texto e fotos: Juliana Figueiró Ramiro – Assessoria de Comunicação da Fecosul

Compartilhar: