CTB realiza encontro das secretarias da Mulher Trabalhadora nesta segunda e terça-feira

Nesta segunda e terça-feira (15 e 16), a CTB recebe em sua sede em São Paulo, as secretárias da Mulher Trabalhadora dos estados que debatem a importância da pasta para a construção da central e preparam sua participação no 4º Congresso Nacional da entidade que ocorrerá em 2017.

O presidente da CTB, Adilson Araújo, fez a saudação inicial ressaltando a importância da secretaria para a entidade. “Este encontro marca a necessidade de descobrir mais e melhor o trabalho da secretaria, principalmente, neste momento em que as liberdades estão sob ataque”, destacou ao lembrar da consumação do golpe contra a presidenta Dilma Rousseff, que atinge diretamente as conquistas do povo.

A secretária nacional da mulher, Ivânia Pereira, que mediou a mesa de abertura, destacou o papel desenvolvido pelas trabalhadoras no movimento sindical, apesar das dificuldades em decorrência do machismo.

Na opinião da secretária-geral adjunta, Kátia Gaivoto, a invisibilidade da mulher no movimento sindical é um dos desafios a serem enfrentados. “Precisamos reverter este quadro e aumentar a representação das mulheres na direção da CTB”, frisou.

Já a presidenta da seção estadual da entidade no Amazonas, Isis Tavares, destacou que “neste momento de avanço da pauta conservadora as mulheres precisam tratar estes temas de forma classista e emancipatória”, destacou.

Por sua vez, a secretária de Formação e Cultura, Celina Areas, criticou “os homens precisam discutir a questão de gênero”, disse. Segundo ela há uma falta de interesse por parte dos sindicalistas em participar de fóruns de debates sobre o tema.

Após a abertura, o assessor da presidência, Umberto Martins, fez uma análise da conjuntura nacional e internacional. Ele destacou o avanço das forças conservadoras no mundo, devido à crise do capitalismo e alertou que com a consumação do golpe no país, a classe trabalhadora terá seus direitos atingidos. Segundo ele, as conquistas dos negros, jovens, mulheres também serão abaladas. 

A reunião segue na terça-feira (16) com debate da preparação para o 3º Encontro Nacional da Mulher Trabalhadora da CTB e sua participação do próximo congresso da entidade.

Portal CTB 

Compartilhar: