Sem categoria

CTB, Fecosul e Comerciários participam do 4º Grito de Alerta Missões RS

O 4º Grito de Alerta Missões, realizado em Ijuí, Rio Grande do Sul iniciou-se por volta das 8h30min da manhã desta quarta-feira (02). A concentração das caravanas de trabalhadores que vieram de diversas cidades do noroeste do estado aconteceu no trevo da BR 255 com as RS 522 e 342, em Ijuí. Diretores do SindiComerciários de Ijuí e do Sindicato dos Empregados no Comércio de Três Passos estiveram juntos com diretores da Fecosul, dirigentes e o presidente da CTB-RS,  Guiomar Vidor.

O ato foi aberto pelo Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ijuí, Carlos Karlinski, que falou da alegria e da emoção de receber a todos na cidade. Em seguida, o ato fechou o entroncamento entre as 3 rodovias, paralisando o trânsito no local. Uma coroa de flores foi depositada no canteiro central, no mesmo local que em 18 de maio de 2006, numa das maiores mobilizações de trabalhadores realizadas na região, um jovem trabalhador rural faleceu. Os presentes realizaram um minuto de silencio em lembrança ao fato.

grito alerta missoes3

O próximo a falar foi o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag/RS), Elton RobertoWeber, que destacou que o Grito de Alerta Missões, é um compromisso dos trabalhadores e trabalhadoras rurais com a luta sindical. “Para todos nós hoje é um dia de trabalho. Neste dia nossa mobilização é para apresentarmos e defendermos a nossa pauta de reivindicações necessárias para continuarmos no campo produzindo alimentos e riquezas para o nosso país”.

Em seguida falou o presidente da CTB-RS. Guiomar Vidor lembrou de sua origem de homem do campo e com isso se solidarizou aos trabalhadores e trabalhadoras rurais. “A CTB não poderia deixar de estar presente nesta grande manifestação de trabalhadores e trabalhadoras. Nós sabemos das dificuldades para produzir e não é pouco o que se produz. E isto tem um enorme significado social para a nossa luta e para o país”. O Presidente da CTB defendeu mais investimentos eque propiciem melhores condições de vida no campo para que homens e mulheres de todas as idades permanecem na atividade rural. “Nossa luta mostra a força e o valor da agricultura familiar”, concluiu.

O deputado estadual, Heitor Schuch, fez uma relação das principais pautas e avanços defendidas pelos trabalhadores rurais e lembrou que as conquistas e a defesa destas pautas são fruto da luta a das caminhadas realizadas. Saudando o Presidente da CTB/RS, Guiomar Vidor, disse que “ninguém mais que a CTB reconhece a importância do agricultor na nossa sociedade”.

Caminhada

Do entroncamento entre as rodovias, o ato deslocou-se à Praça dos Imigrantes onde todos se concentraram para a caminhada até a Praça da República, no centro de Ijuí.

grito alerta missoes

Moacir Zagonel, presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Três Passos e Rosane Simon, presidenta do SindiComerciários de Ijuí participaram de todo o ato e da caminhada.

Rosane, que também é 2ª Vice-presidenta da Fecosul, também solidarizou-se ao ato e as demandas dos trabalhadores e trabalhadoras rurais. “Ninguém pode negar a importância destes trabalhadores para a economia e principalmente o papel diário que desempenham no abastecimento de alimentos aos centros urbanos”. Rosane lembrou ainda que a CTB foi criada e nasceu da união entre os trabalhadores e trabalhadoras da cidade e do campo e que os trabalhadores do comércio estavam ali reforçando essa unidade. “Os comerciários e comerciárias de Ijuí e região se somam a luta deles, que é uma luta de todos nós”.

O diretor do Departamento de Florestas e Áreas Preservadas da Secretaria de Meio Ambiente do Estado, Júnior Piaia, também esteve presente ao ato. Piaia é o responsável pelo Cadastro Ambiental Rural (CAR) no Rio Grande do Sul. “Esta mobilização é muito justa e necessária. Em virtude do meu trabalho com o CAR, dialogo muito com este setor da economia, obtendo um contato e um conhecimento profundo das angústias e das demandas destes trabalhadores e trabalhadoras. Trago o meu apoio as estas demandas e reivindicações, colocando o nosso trabalho a disposição para que possamos conquistar mais avanços, garantindo melhoria das condições de vida e de produção no campo”.

Fonte: SindiComerciários de Ijuí

Compartilhar: