Sem categoria

Contra o tráfico de pessoas, Cristo Redentor fica com o coração azul

 

Na próxima segunda-feira (28) quem estiver no Rio de Janeiro e se atentar a olhar para o Corcovado vai se surpreender com o Cristo Redentor todo iluminado em azul, com ênfase para o coração da estátua que terá um tom diferenciado da mesma cor. A Campanha Coração Azul busca combater o tráfico de pessoas e o trabalho escravo, a mobilização acontecerá em diversos estados brasileiros entre os dias 28 e 30.

Marilia acredita que ao ver o Cristo Redentor azul as pessoas vão procurar saber do que se trata e terão conhecimento da campanha Coração Azul. A foto em questão é da campanha de combate ao câncer de próstata realizada em 2013.Marilia acredita que ao ver o Cristo Redentor azul as pessoas vão procurar saber do que se trata e terão conhecimento da campanha Coração Azul. A foto em questão é da campanha de combate ao câncer de próstata realizada em 2013. A data 30 de julho marca o Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, instituída pela ONU em 2013. Todos os países do mundo que aderiram à Campanha Coração Azul realizam ações de grande visibilidade neste período para conscientizar a sociedade sobre a importância do tema. A cor azul foi escolhida porque em países do Norte representa a tristeza.

A ação na capital carioca é organizada pelo Comitê Social Coração Azul Rio em parceria com diversas instituições e movimentos e conta com o apoio da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (Seasdh) e a Prefeitura do Rio de Janeiro, além da Arquidiocese que este ano tem a Campanha da Fraternidade da CNBB com o tema “Fraternidade e Tráfico Humano”.

A Iluminação no Cristo Redentor contará também com uma oração rezada pelo Bispo auxiliar Dom Luiz Henrique da Silva Brito. A atividade terá a presença de movimentos sociais, autoridades políticas e público geral. A subida para Corcovado começa às 17h por meio do Bondinho que na ocasião será gratuito.

O Portal Vermelho conversou com a presidenta do Comitê Social Coração Azul Rio, Marília Guimarães, que deu detalhes sobre o trabalho constante realizado pela entidade. De acordo com ela, o objetivo da campanha este ano é mobilizar a sociedade civil e divulgar os métodos utilizados para o tráfico de pessoas que estão cada vez mais sofisticados. De acordo com ela, este enfrentamento ao crime é um processo muito complexo por isso as denúncias são tão importantes.

Segundo Marília, a maior parte dos resgates acontece devido a denúncias. No Rio de Janeiro foi aprovada a Lei que estipula a fixação de cartazes nos vidros traseiros de todos os ônibus de circulação municipal com a campanha de combate ao tráfico de pessoas. O objetivo é divulgar os números para contato de denúncia, o 100 e o 180.

“É importante que as pessoas denunciem qualquer suspeita, se percebem uma movimentação estranha, acham que tem alguém escondido, todo tipo de denúncia é importante para o enfrentamento ao tráfico de pessoas e bebês”.

Marília explica que o controle nos aeroportos é minucioso e todos contam com estrutura para o enfretamento a este tipo de crime, porém os criminosos agem nas fronteiras secas ao longo do território nacional com mais facilidade. Após atravessar as alfândegas para outros países, as vítimas são enviadas aos destinos finais do sequestro.

Devido à complexidade deste crime, é importante que a sociedade esteja alerta. “Esperamos que esta campanha chegue ao coração das pessoas para combater o tráfico e o trabalho escravo”, afirma Marília.

Mobilização nacional

A semana de mobilização este ano tem cinco objetivos específicos:

1.Ampliar o conhecimento e mobilização da sociedade, das instituições públicas e privadas, e das redes para o enfrentamento ao tráfico de pessoas (reconhecimento do fenômeno);

2. Ampliar a participação da sociedade civil e indivíduos;

3. Divulgar e dar visibilidade às ações nacionais desenvolvidas para o enfrentamento ao tráfico de pessoas;

4. Disseminar o tema nas redes sociais;

5. Fazer com que a Campanha Coração Azul seja vista como uma plataforma global para a prevenção e enfrentamento ao tráfico de pessoas, com foco na comunicação e informação.

Veja outras informações no evento oficial no Facebook.

Fonte: Portal Vermelho, por Mariana Serafini

Compartilhar: