Sem categoria

Conselho político da CTB reúne na sexta (8) as suas lideranças sindicais de todo o país em São Paulo

A defesa do Estado Democrático de Direito e do desenvolvimento nacional em tempos de grave crise política nortearão a reunião do Conselho Político Ampliado da CTB, em São Paulo, nesta sexta-feira (8). O encontro reunirá 22 dirigentes de todo o país e convidados para um dia inteiro de debates.

“O conselho foi convocado de forma emergencial para analisar a conjuntura e fazer a defesa da democracia”, diz Adilson Araújo, presidente nacional da CTB. “O objetivo é municiar a militância, ampliar o diálogo com os trabalhadores e prepará-los para o enfrentamento da ofensiva midiática e jurídica”. 

A reunião do conselho propõe aprofundar o debate e levar informações de qualidade aos trabalhadores do movimento sindical. “Nós vamos trazer especialistas na Constituição que vão explicar e deixar bem claro que não há guarida na lei que justifique o impeachment. E que a intenção da oposição é dar um golpe mesmo. É importante que os dirigentes estejam bem afiados para enfrentar este debate político”, diz o secretário geral da CTB, Wagner Gomes.

O evento reafirma a convicção da CTB de que não há como ganhar a luta política sem focar em estratégias de comunicação que levem às bases informações de grande interesse dos trabalhadores que nunca são notícia nos telejornais das principais emissoras do país. Para Gilda Almeida, coordenadora do Centro de Estudos Sindicais (CES) e secretária adjunta de Finanças da CTB, a reunião do conselho permite agregar conhecimento aos dirigentes para embasar uma disputa “justa e legítima” do movimento político. “O conselho é um importante instrumento de conscientização e informação, já que os dirigentes reproduzem este debate às suas bases”

A abertura do encontro tratará do tema: “A luta em defesa do Estado Democrático de Direito”, com a participação de Gilberto Bercovici, professor de direito econômico da Universidade de São Paulo (USP), e Claudio Pereira de Souza Neto, especialista em direito constitucional e ex-secretário da OAB federal. Já na parte da tarde, abre-se um debate sobre “O desenvolvimento nacional no contexto da crise política”, com a contribuição do professor de história econômica da América Latina, Epitácio Brunet Paes, e o economista Lécio Morais.

“Nossa proposta é que os trabalhadores saiam conscientes para a batalha que está aí”, diz Wagner Gomes. 

Natália Rangel – Portal CTB

Compartilhar: