Centrais sindicais protestam nas ruas de Vitória contra reformas de Temer no 1º de maio

A partir das 8h desta segunda-feira (1º) – Dia do Trabalhador e da Trabalhadora – as centrais sindicais se reuniram na Praça Oito, no centro de Vitória, e caminharam para o Sambão do Povo, onde aconteceram shows e a Feira da Economia Solidária, entre outras atividades.

Durante a concentração, o presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Espírito Santo (CTB-ES), Jonas Rodrigues de Paula, comentou sobre sucesso da Greve Geral na capital, mas fez questão de enfatizar que a luta continua.

“Precisamos resistir sempre. Estar nas ruas contra as reformas da previdência, trabalhista e a terceirização”, disse De Paula. “A classe trabalhadora mostra sua força e realiza a maior greve geral da história, agora neste 1º de maio, reafirmamos nossa disposição de luta. Nenhum direito a menos”.

Durantes a passeata, representantes dos sindicatos filiados às centrais, também discursaram e a todo momento, os trabalhadores e trabalhadoras, indignados, gritavam palavras de ordem como: “Fora Temer”.

CTB-ES e centrais sindicais param o Espírito Santo na sexta-feira

ctb es grevegeral 28 04 2017

O dia 28 de abril ficou marcado no Espírito Santo. A CTB-ES e as demais centrais sindicais, conseguiram parar o estado em um grande movimento de mobilização.

O objetivo dessa manifestação foi protestar principalmente contra a reforma da previdência, e a reforma trabalhista, o governo golpista, que trata a classe trabalhadora com descaso.

A CTB, os sindicatos filiados e a Federação Estadual dos Trabalhadores em Estabelecimento Privado no Ensino do Espíritos Santo (Fetraee) organizaram a manifestação com uma grande concentração na rodoviária de Vitória.

Os manifestantes saíram em caminhada, que mesmo acompanhada pela tropa de choque, parecia muito tranquila, até chegar perto do Palácio Anchieta. Ali os trabalhadores foram fortemente agredidos com bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo.

Mesmo assim, os manifestantes não perderam o foco. Gritavam a todo tempo palavras de ordem destacando entre elas novamente o “Fora Temer”.

Karol Siqueira – CTB-ES

Compartilhar: