Sem categoria

Ato público pede responsabilização das empresas cúmplices da ditadura

No dia 11 de junho, quinta-feira, às 09h00, no Arquivo Histórico do Município de São Paulo, acontece o Ato Público por Memória, Justiça e Reparação, organizado pelo Fórum de Trabalhadores e Trabalhadoras por Verdade, Justiça e Reparação (integrado por centrais sindicais entre elas a CTB e entidades) em parceria com a Comissão de Memória e Verdade da Prefeitura de São Paulo e com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos.

O ato contará com a presença de movimentos sociais, comitês e comissões de memória e verdade além de renomados juristas e especialistas no tema da justiça e reparação e representantes de governos e órgãos institucionais, como Eduardo Suplicy, Secretário Municipal de Direitos Humanos, Ivan Seixas, assessor da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Eugênia Gonzaga, presidente da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, e Rosa Cardoso, presidente da Comissão da Verdade do Rio de Janeiro e ex-comissária da Comissão Nacional da Verdade.

O objetivo da atividade é fazer um balanço do trabalho das Comissões da Verdade já extintas no Brasil, especialmente da Comissão Nacional da Verdade, extinta em dezembro de 2014. A partir dessa avaliação, os grupos participantes do ato formularão em conjunto perspectivas sobre a continuidade dos trabalhos impulsionados por esses órgãos, sejam aqueles ainda em atividade ou os já finalizados.

Por fim, os participantes devem discutir quais serão as próximas etapas da luta por justiça e reparação, considerando principalmente a responsabilização dos setores civis e de empresários que colaboraram com o golpe e a manutenção do regime militar. Todo o debate será selado pelo lançamento de uma campanha e de um manifesto com o lema “Reparar Já!”.

Serviço: 

Ato Público por Memória, Justiça e Reparação
11 de junho de 2015, às 09:00
Auditório do Arquivo Histórico Municipal – Praça Coronel Fernando Prestes, 152

Portal CTB 

Compartilhar: