Sem categoria

Ato em defesa da Previdência Social em Salvador será na quinta-feira (02)

Em reunião, a Frente Brasil Popular e a CTB Bahia decidiram transferir para a quinta-feira (2/6), o ato em defesa da Previdência Social, que aconteceria na terça (31).  O local e horário foram mantidos. A concentração será às 9h, em frente ao Mercado Modelo, com caminhada até a agência do INSS, na rua Miguel Calmon, no Comércio.

O adiamento foi necessário, uma vez que a possibilidade de greve dos rodoviários atrapalhou a mobilização para a manifestação. “Agora estamos reforçando a convocação dos sindicatos e entidades do movimento social para participar do ato na quinta-feira. Nunca é demais lembrar a importância da Previdência Social na vida dos brasileiros. É a Previdência Pública que garante a aposentadoria, a licença maternidade, o auxílio doença e tantos outros benefícios para os trabalhadores e a população em geral”, ressaltou o presidente da CTB Bahia, Aurino Pedreira.

O ato é parte da mobilização nacional em defesa da Previdência Pública, convocada pela Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil -CTB e a Frente Brasil Popular para abrir mais uma temporada de lutas e resistência popular contra o golpe em curso no país.

Segundo o Sérgio Pardal Freudenthal, advogado especialista em direito previdenciário, o governo provisório de Michel Temer não apenas ameaça com novas reformas na Previdência Social, como também, de uma canetada só, desmontou o sistema previdenciário brasileiro. “Se não houver alguma resistência, depois será muito difícil reestruturar o Seguro Social”, diz.

“O pior de tudo”, afirma, “é que, com a desculpa de redução dos ministérios, distribuíram a Previdência Social de forma reacionária e vil, igualzinho à ditadura militar de 1964. O INSS, autarquia importante e histórica para os trabalhadores brasileiros, foi entregue a um tal de Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, e o resto da Previdência (inclusive retirando o Social do termo) foi para o Ministério da Fazenda”, explica Freudenthal.

A participação de todos neste ato é muito importante e a CTB Bahia está convocando todos os sindicatos para a atividade. “Estamos vivendo um período de grandes ameaças os direitos sociais e trabalhistas. Por isso, vamos manter uma mobilização constante para barrar mais esta tentativa de retirada de direitos dos trabalhadores. Precisamos virar o jogo e barrar o golpe do impeachment no Senado. Para isso, temos que alertar a população sobre as reais intenções dos golpistas que tomaram o poder”, concluiu Aurino Pedreira.

Fonte: CTB-BA

 

Compartilhar: