Assembleia dos bancários avalia a greve nesta sexta em Sergipe

seeb-se-greve-2014

No quarto dia consecutivo da greve nacional, o Sindicato dos Bancários de Sergipe (Seeb-SE) convoca todos os bancários e bancárias para uma Assembleia Geral que será realizada nesta sexta-feira (3) logo mais às 17h, na sede do sindicato. Nesse mesmo horário, em São Paulo, o Comando Nacional dos Bancários terá uma nova rodada de negociação com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

De acordo com o presidente do SEEB/SE, José Souza, hoje pela manhã, a Fenaban enviou ofício à Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) chamando para nova rodada de negociação. “Em São Paulo, os representantes do Banco do Brasil (BB) e da Caixa Econômica Federal (CEF) também marcaram nova negociação para debater as reivindicações específicas para esta sexta-feira, às 18h”, informa José Souza. “Queremos negociar e temos a convicção que a demonstração de força da nossa categoria em todo o País fizeram com que os patrões retomem as conversas e apresentem propostas mais condizentes com as nossas reivindicações”, afirma.

No quarto dia de greve nacional, em todo o país, mais de 9.300 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados estão fechados. Em Sergipe, das 146 unidades bancárias 134 estão fechadas desde a quinta-feira, 27 a mais do que na terça-feira (30), quando a greve teve início.
As 42 agências da CEF foram fechadas. Quase 100% das 51 unidades do BB estão fechadas. Todas as agências do interior estão paralisadas. Apenas a Superintendência e a Agência Estilo estão funcionando. Esta última, parcialmente. No Banco do Nordeste do Brasil (BNB), das 18 unidades existentes no estado, apenas quatro estão resistindo ao fechamento (Gararu, Lagarto, Itabaiana e Laranjeiras), sendo que Laranjeiras funcionou parcialmente. Na capital, 100% das agências estão fechadas.

Das 17 agências do Bradesco, 11 foram fechadas: todas as seis da capital e cinco no interior. Apenas seis (Boquim, Canindé, Itabaianinha, Lagarto e Propriá e Itabaiana) estão resistindo ao fechamento, sendo que Itabaiana, parcialmente. No Itaú/Unibanco, das 12 unidades em Sergipe, apenas três funcionaram: Hermes Fontes e Posto da Somese, na capital; e Lagarto, no interior. Os demais bancos privados permaneceram 100% fechados: todas as cinco agências do Santander; todas as três do HSBC e a do Mercantil.

Fonte: Seeb-SE

Compartilhar: