Sem categoria

Ajuste fiscal conservador lança o Espírito Santo numa crise sem precedentes

Exército não põe fim à crise (Foto: Gabriel Lordelli/EFE)

Para o presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras no Espírito Santo (CTB-ES), Jonas Rodrigues de Paula, o caos que vive o estado é culpa de ajuste fiscal neoliberal. “O ajuste fiscal efetuado pelo governador Paulo Hartung (PMDB) é o principal causador dessas crise. O arrocho salarial e a recessão atingiram níveis insuportáveis. Ninguém aguenta mais essa situação”.

De acordo com De Paula, a mídia burguesa festejou muito o duro ajuste fiscal feito no estado e muitos o colocaram com exemplo para o país. “Já pensou essa violência em escala nacional?”, questiona o cetebista. “Não há força de segurança que segure”.

Violência aumenta

O presidente do Sindicato dos Rodoviários de Guarapari, Walace Belmiro Fernaziari, mais conhecido como Barão, foi assassinado na madrugada desta quinta-feira (9) e já somam 101 assassinatos em seis dias de paralisação da Polícia Militar do estado, de acordo com o G1, o que dá mais do que 16 homicídios por dia, a maioria constituída de trabalhadores negros e pobres.

Com o assassinato do Barão, o Sindicato dos Rodoviários da Grande Vitória determinou paralisação por tempo indeterminado no transporte na região, por falta de segurança. “A população, especialmente a mais pobre, continua refém da violência e o simples ato de sair para a rua está sendo perigoso”, diz Érika Piteres, secretária da Mulher, da CTB-ES.

A partir desta quarta-feira à noite, o Exército enviou diversos blindados para a Grande Vitória. Mesmo assim, de acordo com informações da coordenadora do coletivo de Educação da CTB-ES, Josandra Rupf, a população continua refém dos traficantes que brigam por territórios.

Segundo a imprensa local e dirigentes sindicais a situação continua muito tensa em muitos locais. O movimento liderado pelas mulheres dos policias resiste e tem o apoio de grande parte da população.

A Mídia Ninja desafiando o medo saiu à rua de Vitória na madrugada desta quinta com um carro projetava nos prédios e nas casas a hashtag #VitóriaSemMedo. Sob o aplauso de muitas pessoas (veja o vídeo abaixo).

 

Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

Compartilhar: