A Consciência Negra marcha pelo país para defender a liberdade

A CTB juntamente com a Unegro (União dos Negros pela Igualdade) manifesta do Oiapoque ao Chuí a vontade de construir um Brasil mais igual, justo e respeitado no mundo inteiro. Através da 11ª Marcha da Consciência Negra, o movimento negro e a classe trabalhadora combatem o racismo e lutam pelo legado constitucional de ter direitos iguais na sociedade. A marcha marca o feriado desta quinta-feira (20) – morte do herói mais popular da história do país, Zumbi dos Palmares (saiba mais aqui). “Passados mais de 126 anos da abolição inconclusa, negros e negras brasileiros enfrentam ainda obstáculos de natureza estrutural para conquistar sua plena igualdade”, diz o manifesto da marcha deste ano. Os negros brasileiros tomam as ruas para repudiar o preconceito e a discriminação em toda a sua amplitude e defendem vida digna para todos.

11-marcha-consciencia-negra-sp-2014

 

Em São Paulo a concentração da 11ª Marcha ocorre no Vão do MASP, na avenida Paulista, a partir das 11h, com ato político e cultural e seguida a passeata sai pelas ruas da maior metrópole brasileira. “Saímos para as ruas, em todo o país, com muito samba para derrotarmos a tristeza da opressão, da discriminação, do racismo e mostramos a nossa alegria, uma alegria com esperança de um futuro com igualdade, justiça, solidariedade. Um futuro onde todos sejam respeitados pelo que são e não pela cor da pele, pela orientação sexual ou pelo sexo”, realça Mônica Custódio, secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da CTB.

camaçari-ctb-banner-consciencia-negra

O secretário de Combate ao Racismo da CTB-BA, Silvio Pinheiro, conta que em Salvador as atividades da Consciência Negra têm sido realçadas no mês todo. Nesta terça-feira (18) houve distribuição do Estatuto da Igualdade Racial em dois grandes shoppings de Salvador e à noite ocorreram palestras em escolas públicas da capital baiana. Nesta quarta-feira acontece um ato na Praça Piedade, a partir das 9h com vários debates em torno do tema. Com o tema Em Legítima Defesa da Vida, na quinta-feira, às 10h, acontece a 6ª Lavagem do busto da estátua de Zumbi. A Marcha da Consciência Negra começa às 13h em locais diferentes. Um contingente sai da Praça da Liberdade no centro e outro do bairro de Campo Grande, ambos se juntam na Praça da Sé para o encerramento da marcha contra o racismo.

Ainda na Bahia, em Camaçari, Everaldo Vieira, coordenador da Regional Metropolitana da CTB-BA e integrante do Coletivo Nacional da Igualdade Racial da CTB, revela que estarão participando das atividades em Salvador na quinta-feira e na sexta-feira (21) realizam um grande ato no centro de Camaçari, das 13h às 19h com participação da Unegro, da CTB e diversas outras entidades da cidade. “O Cenário está montado, exposições, capoeira, maculêlê, samba de rodas, levadas, palestras, filmes, danças, arte e campanhas de prevenção da saúde. Na oportunidade, a entidade juntamente com o movimento sindical apresentar uma plataforma de reivindicações ao chefe do executivo de Camaçari e ao Legislativo”, reforça Vieira.

No Rio de Janeiro, como relata a dirigente da CTB-RJ, Cláudia Vitalino, também integrante do Coletivo Nacional de Igualdade Racial da CTB, ocorre uma caminhada nesta quarta-feira a partir das 16h com lavagem do busto de João Cândido, na Praça XV, centro da cidade e mais tarde lavam a estátua de Zumbi na Candelária. Por isso, o tema da marcha carioca é De Zumbi a João Cândido, dois heróis negros que lutaram pela liberdade. Além disso, o ato político homenageará o centenário da escritora Carolina Maria de Jesus (1914-1977) e de Abdias Nascimento (1914-2011). Saiba mais sobre Carolina aqui e sobre Abdias aqui.

No Dia da Consciência Negra (quinta-20), é feita uma grande feijoada na favela da Rocinha e na sede do Sintsama-RJ (Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Saneamento Básico e Meio Ambiente do Rio de Janeiro e Região), ambas às 13h. Mais tarde os ativistas contra o racismo recepcionam o rei da Nigéria Lamidi Olayiwola Adeyemi 3º, que chega desembarca no Rio às 17h.

jogos-igualdade-porto-alegre-2014

Em Porto Alegre acontecem os 1º Jogos da Igualdade para celebrar o Mês da Consciência Negra, nesta quinta, a partir das 14h30 no Centro de Treinamento e Esporte. No evento, haverá palestra sobre as religiões de matriz africana, rodas de capoeira, vídeo sobre o líder da Guerrilha do Araguaia, Osvaldão e diversas competições esportivas.

Enfim, “a Marcha da Consciência Negra celebra todos os anos a vida e as lutas contra todas as discriminações. Por isso, neste ano estaremos nas ruas defendendo uma reforma política com ampla participação popular, além de todas as reformas estruturais de que o país necessita para avançar na democracia e nos direitos da classe trabalhadora. Sem esquecer a democratização da mídia para acabar om o monopólio e com o pensamento único tão difundido por eles”, realça Mônica.

Marcos Aurélio Ruy – Portal CTB

Compartilhar: