Sem categoria

A Bahia vai parar nesta sexta-feira. É greve geral!

Há dois dias da greve geral, a CTB Bahia e as demais centrais sindicais promovem panfletagens e manifestações nas principais cidades para informar e convocar a população para a greve geral da classe trabalhadora que acontece nesta sexta-feira, 28 de abril, em todo o país.

O movimento é um protesto uníssono da classe trabalhadora contra as propostas de reforma trabalhista e previdenciária, a terceirização irrestrita e uma série de outras medidas orquestrada pelo presidente Michel Temer e sua base aliada para retirar direitos dos trabalhadores e da população mais pobre.

Na Bahia, a greve ganha corpo a cada dia que passa com a adesão de novas categoria e também de setores organizados da sociedade civil. “ Sexta-feira será um dia de greve em toda a Bahia. Já temos a confirmação de adesão ao movimento em praticamente todas as cidades do estado, onde devem acontecer manifestações e paralisação das atividades em diversos setores. Esta não é uma greve dos sindicatos mais de toda a população contra a ameaça de retirada de direitos tocada pelo presidente ilegítimo, Michel Temer, e seus aliados”, explica o presidente da CTB Bahia, Aurino Pedreira.

Vão paralisar as atividades por 24 horas nesta sexta-feira, os rodoviários de Salvador e das principais cidades do estado; médicos, professores da rede estadual, municipal e de diversas escolas privadas; servidores públicos federais, estaduais e municipais de várias cidades; bancários de todas as bases sindicais da Bahia; metalúrgicos; policiais civis; trabalhadores em saúde da rede pública; comerciários de Salvador, Irecê, Itabuna e Ilhéus; servidores do Judiciário estadual e federal; trabalhadores da construção civil; técnicos administrativos das universidades federais; petroleiros, servidores públicos estaduais; trabalhadores rurais de diversa cidades, dentre outros. 

Fonte: CTB Bahia

Compartilhar: