Parte do STF vibra com Barroso colocado na berlinda

O presidente do Senado – como quase todo mundo – estranhou que só anos após as denúncias contra o Senador Fernando Bezerra Coelho a Polícia Federal tenha resolvido fazer uma operação de busca e apreensão dentro da Casa.

” Operação para entrar no gabinete do líder do governo? Sete anos depois? O Senado Federal vai se posicionar como instituição. Vamos questionar isso juridicamente

Há ministros esfregando as mãos pela oportunidade de desautorizar o pavonismo de Luís Roberto Barroso, sobretudo porque, como lembrou David Alcolumbre, há uma contradição com sua própria decisão de que o foro especial só pudesse ser aplicado em atos relativos ao mandato eletivo ou enquanto durasse a investidura no cargo eletivo.

Coelho é acusado por atos que teria praticado como Ministro de governo – o que, claro, não é mais – e não como Senador.

Por Fernando Brito, no Tijolaço

Compartilhar: