Protesto nas redes sociais contra demissões no Itaú

Para expor a falta de respeito do Itaú, que já demitiu cerca de 400 funcionários em plena pandemia, a hashtag #ItauNaoDemitaMeusPais tomou conta das redes sociais, na manhã desta sexta-feira (02/10), durante tuitaço dos trabalhadores contra as demissões que descumpre acordo com os sindicatos. O maior banco privado do país demonstra que não se importa nem um pouco com os bancários, pais e mães de família. 


Os desligamentos, principalmente do setor de veículos, são injustificáveis. O Itaú lucrou R$ 28,4 bilhões em 2019 e R$ 8 bilhões somente no primeiro semestre deste ano. Porém, nada impede a direção do banco em mandar para rua centenas de empregados, justamente no momento em que o Brasil já ultrapassa a marca dos 13 milhões de desempregados. 


Na tentativa de explicar o motivo das demissões, o Itaú alega que está demitindo os funcionários com baixa performance. Mentira pura. Há relatos de trabalhadores que foram desligados mesmo com uma ótima atuação. 


Diante de tanto descaso e desumanidade, não dá nem para acreditar que o banco doou R$ 1 bilhão para financiar ações de combate ao novo coronavírus. Apenas jogada de marketing para enganar a sociedade e ficar ‘bem na fita’.

Sindicato dos Bancários da Bahia

Compartilhar: