A Amazônia é nossa!

A região mais rica do mundo
Está dentro do território brasileiro
Um patrimônio inestimável
De fazer inveja a qualquer país estrangeiro
Rica em todos os aspectos
Orgulho de um país inteiro.

 Espetáculo da natureza
De beleza fenomenal
Representa cinquenta e dois por cento
Do território federal
Um terço do estoque genético do planeta
Do mundo é a maior floresta tropical.

Vinte por cento da água doce do planeta
Uma grande potência florestal e mineral
170 povos indígenas, 150 línguas
Um universo cultural
De Manaus metrópole industrializada
As comunidades matriarcal.

Com a luta de nosso povo
Conquistamos este espaço territorial
Muitas vezes de armas nas mãos
Enfrentamos o império colonial
Índios, negros e brancos
Formamos um povo de identidade nacional.

Cobiçada pelo imperialismo
Este patrimônio colossal
Pertence à nação brasileira
E não aos crápulas do capital
Sanguessuga do suor dos povos
Do capitalismo irracional.

Quem te ama não te entregas!
Não pertence ao sonho neoliberal
Defenderemos suas fronteiras
Não és internacional
É da pátria brasileira
Nossa riqueza natural.

Enfrentaremos teus agressores
O “degradador” ambiental
O capitalismo selvagem
O biopirata imoral
Pertence a um projeto
De Desenvolvimento Nacional.

Tratar nossa Amazônia
Como patrimônio internacional
É discurso imperialista
“Santuarista” emocional
Por traz dessa falácia
Há uma estratégia monumental.

Este modelo produtivista
Devastador ambiental
Desenvolvimento a todo custo
Gerador de problema social
Não serve à Amazônia
Está fora do mundo real.

Quem são os responsáveis
Pelo aquecimento global?
Os países imperialistas
Que provocaram a crise ambiental
Por traz desta crise
Está a outra social.

Queimadas que ocorrem na Amazônia
Tem repercussão internacional
A indústria madeireira
Provoca dano descomunal
Trocam a mata pela pata do boi
É coisa de pecuarista irracional.

É preciso desenvolver a Amazônia
Promovendo o direito social
Desenvolvimento sustentável
Dentro de um projeto nacional
Crescendo nossa economia
Fazendo a integração continental.

Desenvolvimento sustentável
Esse é o nosso ideal
Desenvolver ciência e tecnologia
Numa nova visão regional
Combater a grilagem de terra
Num grande projeto de manejo florestal.

Proibir a compra de terras por estrangeiros
Deve ser uma luta frontal
Realizar a Reforma Agrária
Pra projetos de interesse social
Regulamentação fundiária das terras
Combater o desmatamento ilegal.

Regularizar as terras indígenas
Deve ter atenção especial
Os povos da floresta
Devem ter toda inclusão social
Ergueremos uma região de progresso
Valorizando a diversidade cultural.

A Amazônia vai pertencer
Ao socialismo natural
Região estratégica
Dentro de um projeto nacional
Socialmente justa
Humanamente igual.

O egoísmo do lucro
Dará espaço a exploração racional
Alimentar os patriotas brasileiros
Será de razão fundamental
A natureza estará a serviço
Da sociedade comunal.

Não me perguntes quando será
Essa façanha monumental
Vai ser um processo coletivo
Daqueles que tem esse ideal
Derrotaremos os “degradadores”
Os imperialistas e os sócios do capital.

Não me chames de utópico
Imbecil! Débil mental!
As leis da dialética
Têm valor universal
Perdoou pela sua ignorância
Filho do pecado original

Vive em profunda crise
O capitalismo mundial
Voltam-se os olhos pra esta região
Os agiotas do capital
Temos que estar preparados
Pra nos defender da sanha do imperialismo internacional.

 


*Francisco Batista Pantera é Professor, Jornalista, Poeta e Presidente da CTB/RO.

Compartilhar: