São Paulo completa 460 anos e continua acolhedora

Embora tenha sido marcada por uma relativa inexpressividade, seja do ponto de vista político ou econômico, durante os primeiros três séculos desde sua fundação, em 25 de janeiro de 1554, São Paulo destacou-se em diversos momentos como cenário de variados e importantes momentos de ruptura na história do país. Ninguém poderia imaginar que se tornaria o maior pólo operário da América Latina e o coração financeiro do país. Daqueles tempos, restam apenas as fundações da construção feita pelos padres e índios no Pateo do Collegio, centro da capital paulista.

Nos 1.530 km² de área do município, espalham-se mais de 11 milhões de habitantes, segundo o último Censo realizado no Brasil em 2010. Inicialmente povoada por índios e europeus, a cidade foi crescendo e sendo povoada por negros escravizados e posteriormente por brasileiros vindos de todas as partes, principalmente do Nordeste, além de imigrantes. São Paulo sempre recebeu a todos muito bem.

São Paulo é acolhedora. Recebe a todos indiferente às condições sociais, de cor, credo religioso, ideologia. Mas por ser o maior pólo operário da América Latina e o coração financeiro do país, carrega consigo todas as agruras das diferenças sociais e conseqüentes preconceitos forjados pro anos de soberba de uma elite voltada para o exterior e cega para a classe trabalhadora.

Por isso, a CTB parabeniza a maior cidade da América do Sul pelos seus 460 anos e se compromete a fazer todos os esforços para melhorar a vida dos trabalhadores e trabalhadoras paulistanos. Viva São Paulo!

Direção da CTB

Compartilhar: