CTB repudia violência da PM paulista contra manifestação popular

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) condena com veemência a postura da Polícia Militar de São Paulo, responsável pelas cenas de violências vistas em diversas ruas da capital paulista na noite desta quinta-feira (13).

Para a CTB, é inadmissível ver aqueles que deveriam zelar pela segurança da população agindo com truculência e dando início às agressões amplamente divulgadas pela imprensa e, principalmente, pelas redes sociais.

Os distúrbios desta quinta-feira colocaram em evidência algo que não é novo para os movimentos sociais de São Paulo: há tempos a PM comandada pelo governador Geraldo Alckmin (e pelos tucanos que o antecederam) age com extrema violência junto aos lutadores e às lutadores que vão às ruas protestar e erguer suas bandeiras de reivindicações.

A CTB se solidariza a todos os manifestantes que foram vítimas da violência policial, exige que os responsáveis pelos atos de violência sejam punidos e reafirma sua convicção de que somente com luta e mobilização a sociedade obtém avanços.

São Paulo, 14 de junho de 2013
Direção Nacional da CTB

pm mpl2
pm mpl1

Compartilhar: