A CTB presta uma homenagem para todas as mães!

Consciente da importância da mulher na sociedade e do seu papel desempenhado, a CTB presta uma homenagem a todas as mães, especialmente às trabalhadoras, que se dividem em vários papeis na sociedade.

A CTB lembra a data com admiração por essas mães que desenvolvem suas atividades com amor e dedicação.

Há algumas décadas, com a conquista dos direitos iguais entre os gêneros, as mulheres passaram a lidar com várias situações de conflito, cumprindo duplas e triplas jornadas, para conciliar a vida profissional, pessoal e familiar.

Toda essa situação é reflexo de uma educação pouco compartilhada na estrutura familiar entre pais e mães. Geralmente, são elas as responsáveis pela criação dos filhos e por educarem e ensinarem os valores básicos da sociedade.

De acordo com dados do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) de 2010, a mãe com filhos dedica 25,9 horas semanais aos cuidados com a casa, contra 15,5 horas dos homens com filhos. A carga horária de dedicação ao mercado de trabalho é mais parecida entre os gêneros: mulheres trabalham fora 36,8 horas semanais, contra 41,4 dos homens.

As pesquisas comprovam que é cada vez maior a presença de mulheres no mercado de trabalho, em diversas áreas e cargos de liderança.

Com isso, no caso das mães que trabalham, cresce também o desafio das trabalhadoras, já que na última década aumentou consideravelmente o número de mulheres que são chefes de família.

De acordo com uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a participação das mulheres como chefes de família cresceu de 28% em 2002 para 38% em 2012.

Segundo o IBGE, a evolução se explica porque as mulheres estão cada vez mais presentes no mercado de trabalho e com níveis de escolaridade maiores que os dos homens.

Ainda de acordo com oestudo especial do IBGE sobre a evolução dos empregos formais no país, divulgado em abril de 2013, houve um significativo crescimento da participação feminina no mercado de trabalho privado. O aumento observado entre 2003 e 2012 atingiu 9,8 pontos percentuais (de 34,7% para 44,5%), enquanto na população ocupada total, a participação das mulheres subiu apenas 2,3 pontos percentuais (de 43% para 45,6%).

No entanto, apesar do aumento da participação no mercado de trabalho, as mulheres ainda enfrentam muita desigualdade, com salários menores que os dos homens, poucas vagas em creches e a discriminação e o assédio no ambiente de trabalho.

Por isso, neste Dia das Mães, a CTB aproveita para mais uma vez reforçar sua defesa por igualdade de direitos entre homens e mulheres no mercado de trabalho e na sociedade, por entender que nada mais justo, com as mulheres, mães e trabalhadoras, que ajudaram a construir esse país, que seus direitos sejam garantidos.

A CTB deseja a todas essas mulheres força e muita garra para continuarem sua luta diária. Feliz Dia das Mães!

Compartilhar: