Senado também derruba veto de Bolsonaro à desoneração

O Senado consolidou no final da tarde desta quarta-feira (4) a derrubada do veto do presidente Bolsonaro à desoneração da folha de pagamento durante a pandemia. Os senadores reforçaram a decisão da Câmara Federal, de forma que a desoneração volta a vigorar, o que é considerado fundamental à sobrevivência de muitas empresas e postos de trabalho nela criados.

Leia abaixo a nota divulgada na manhã desta quarta-feira pelos presidentes da Força Sindical, UGT, CSB e CTB sobre a decisão dos deputados

O papel dos deputados na derrubada do veto de Bolsonaro na desoneração da folha foi histórico e mostra que nosso País tem futuro, apesar das crises que nos envolvem e que se tornam cada vez mais cruéis com a ausência do governo no encontro de soluções.

Agora, esperamos que os senadores também derrubem o veto para o bem dos 17 setores econômicos envolvidos, que empregam cerca de 6 milhões de trabalhadores.

As centrais sindicais, que fizeram várias manifestações a favor da queda do veto, exigem agora que os empresários cumpram a promessa de não fazer demissões. Estaremos vigilantes e orientando nossos sindicatos filiados para enfrentar todas as empresas que usufruírem do benefício para que mantenham também a garantia de emprego.

É o mínimo que se espera para o bem do Brasil.

São Paulo, 4 de novembro de 2020

Miguel Torres, presidente da Força Sindical

Ricardo Patah, presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT)

Adilson Araújo, presidente da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB)

José Avelino Pereira, presidente da Central de Sindicatos do Brasil (CSB)

Compartilhar: