Sem-casa de 18 ocupações protestam nas ruas de BH pela garantia de moradia

Aloísio Morais

Os sem-casa de 18 ocupações de Belo Horizonte e Grande-BH realizaram hoje de uma grande manifestação no centro da capital mineira para reivindicar uma solução para o direito de moradia. Eles saíram em passeata da Praça da Estação até a Praça 7 e depois seguiram até a sede da prefeitura para protestar, pois temem serem despejados durante a pandemia e cobram uma solução do governador Romeu Zema (Novo) e dos prefeitos Alexandre Kalil (PSD), de BH, e Alex de Freitas (PSDB), de Contagem.

Passeata dos sem-casa percorreu o centro de Belo Horizonte – Fotos Cadu Passos

A falta de moradia é um problema que a cada dia fica mais complicado na Grande Belo Horizonte, o que explica a preocupação dos sem-casa, principalmente diante do crescente desemprego. De outro lado, cresce na capital de forma assustadora o número de moradores de rua. Conforme levantamento da prefeitura, na capital eles já são quase 6 mil pessoas.

Participaram da manifestação os sem-casa das ocupações Camilo Torres, Zilá, Professor Fábio Alves, Vicentão, Carolina, William Rosa e Marião, estas duas em Contagem, Cidade de Deus, de Sete Lagoas, Eliana Silva, Vila Fazendinha, Nelson Mandela, Forte, Paulo Freire, Manoel Aleixo, Zezéu Ribeiro, Norma Lúcia, Esperança e Helena Greco da Isidora.



Compartilhar: