Secretaria de Comunicação amplia presença da CTB no meio sindical e se soma à luta contra o “PIG”

A Secretaria de Comunicação e Imprensa da CTB encerra o ano avaliando de forma positiva os trabalhos desempenhados ao longo de 2010. Apesar disso, é consensual a necessidade de novos investimentos no setor, de modo que a imagem da Central, bem como suas atividades e o conteúdo de seus veículos midiáticos alcancem maior abrangência junto ao movimento sindical e à sociedade como um todo.

O mês de março foi bastante significativo para os trabalhados da Secretaria. No período, o Portal da CTB passou a ter um novo design, foi lançada a revista “Visão Classista” – de periodicidade trimestral – e realizou-se o segundo Encontro Nacional de Comunicação da Central, com a presença de jornalistas e dirigentes de CTB’s de diversos estados.

No primeiro semestre também foi marcante a presença da Secretaria durante todas as reuniões que antecederam a realização da Conferência Nacional da Classe Trabalhadora (Conclat), nas quais foram definidos o formato do evento, sua comunicação visual e sua publicidade.

Em relação ao Portal da CTB, cabe destacar a evolução em sua audiência ao longo do ano. Apesar de o número de acessos ainda ser considerado pequeno, ao final de 2009 o site recebia a visita de cerca de 800 internautas por dia; hoje a média é de dois mil visitantes diários.

Ao longo do ano, a Secretaria de Comunicação e Imprensa também concentrou esforços para se aproximar de outras entidades da chamada “mídia alternativa”, somando-se ao esforço de se contrapor ao poderio da imprensa tradicional, reunida na sigla “PIG”, de Partido da Imprensa Golpista.

Assim, a Secretaria foi entusiasta e participante ativa da criação do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, além de colaboradora do Primeiro Encontro de Blogueiros Progressistas. As duas iniciativas ganharam grande repercussão ao longo de 2010, com destaque para a participação de seus comunicadores durante a campanha presidencial e a guerra midiática travada na internet.

Orientada pela Direção Plena da CTB, a Secretaria de Comunicação não poupou esforços para dar todo o apoio e a publicidade necessários à candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República. A capa da revista “Visão Classista” de setembro definiu a ex-ministra como “a melhor opção para o país”. O “Jornal da CTB”, por sua vez, dedicou as capas de três edições (setembro, outubro e novembro) a Dilma, como forma de explicitar a decisão tomada pela Central de apoiá-la.

Na medida do possível, a Secretaria procurou acompanhar “in loco” as principais atividades da CTB ao longo do ano, com destaque para as comemorações do 1º de Maio, a já citada Conclat e os atos de apoio à eleição de Dilma Rousseff.  Para 2011, será preciso aprimorar a interação entre a Comunicação e as demais secretarias da Central, de modo que seus trabalhadores e dirigentes de todo o Brasil tenham cada vez mais acesso às suas atividades e possam interagir de modo mais eficaz com os veículos de comunicação da CTB, em consonância às novas tecnologias e às exigências do mundo contemporâneo.

Compartilhar:

Conteúdo Relacionado