Federação Sindical Mundial aponta unidade contra o neoliberalismo

“A solidariedade internacional é, hoje, a principal arma dos trabalhadores”, afirmou o presidente da Federação Sindical Mundial, Michael Makwayiba, em entrevista ao Portal CTB durante o 4º Congresso Nacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). O líder sul-africano, que integrou a delegação internacional, disse ainda que o enfrentamento ao neoliberalismo tem a mesma urgência em todo o planeta. 

Na opinião de Makwayiba, ao reunir representantes de 26 países de todo o mundo, o evento foi extremamente oportuno, porque tocou na problemática central que desafia hoje os trabalhadores, que é a globalização. Na África do Sul, seu país de origem, por exemplo, uma das principais lutas é em defesa dos recursos naturais que estão ameaçados pela privatização das minas que extraem diversos minérios comercializados no mercado internacional.

O presidente da Federação Sindical Mundial teve participação destacada na mesa que debateu o tema “Globalização, direitos e democracia”, no Seminário Internacional da CTB que aconteceu na tarde do dia 24. Para o líder da FSM, “Não importa se falamos português, espanhol ou inglês, a língua dos trabalhadores é a solidariedade”. A mesa foi coordenada pelo secretário adjunto de Relações Internacionais da CTB, José Adilson Pereira, e pela dirigente da Fetag, Vânia Marques.

Ney Sá para o Portal CTB – Foto: Manoel Porto 

Compartilhar: