Em São Paulo, assistentes sociais lutam pelo piso salarial

Foi realizado no último dia 3 de agosto, na sede da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB, uma assembleia geral de assistentes sociais de São Paulo. As profissionais discutiram e aprovaram uma proposta de projeto de lei que estabelece um piso salarial para a categoria no estado.

A assembleia contou com a presença de trabalhadores e trabalhadoras de vários municípios paulistas. Destaque para a participação da capital e dos municípios do entorno da metrópole.

Como forma de encaminhar a proposta junto à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – ALESP, esteve presente uma representante do mandato da deputada estadual Leci Brandão, Rozina Conceição de Jesus. Ela, de imediato, acolheu a proposta e irá articular junto aos demais parlamentares da ALESP a viabilidade do debate parlamentar sobre o tema e posterior análise e aprovação.

Também estiveram presentes representante do CRESS – SP, órgão de fiscalização da categoria, que também se prontificou a participar na luta.

Representando a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB, falou o assistente social Carlos Rogério de C. Nunes. O dirigente falou da importância das companheiras terem uma entidade que represente a categoria e disse que a CTB estará à disposição e defenderá a instituição do piso salarial.

Compartilhar: