Videoconferência com Maduro será nesta sexta-feira (26)

Será realizada nesta sexta-feira, 26 de março, uma videoconferência internacional do presidente Nicolás Maduro no marco do encontro mundial de solidariedade com a Venezuela. Na segunda-feira (22) ocorreu uma reunião do Congresso Bicentenário dos Povos do Mundo, da qual participaram o secretário de Relações Internacionais da CTB, Nivaldo Santana, e o presidente da CTB São Paulo, Rene Vicente.

Em correspondência enviada aos líderes sindicais convidados para a reunião, Wills Rangel e Dip Jacobo Torres de León, respectivamente presidente e coordenador internacional da Central Bolivariana Socialista dos Trabalhadores (CBST), denunciam o cerco imperialista dos EUA contra a Venezuela, que a exemplo do que ocorre com Cuba e a Nicarágua não foi aliviado com a derrota de Donald Trump e a posse de Joe Biden. Eles também realçam o papel do movimento sindical na resistência e na luta pela vitória da alternativa socialista.

Leia abaixo na íntegra:

A Venezuela tem travado uma batalha feroz contra a dominação imperialista por muitos anos. Nos últimos sete anos, o primeiro Obrero e Chavista Presidente da Venezuela resistiu a todo tipo de atentados que vão desde as constantes agressões econômicas ao país com sanções absurdas que disfarçam o mais criminoso bloqueio econômico que conhecemos apenas igual ao sofrido por Cuba nas últimas sete décadas e mais recentemente pelo Irã e a Nicarágua. Tivemos inclusive tentativas frustradas de assassinato como a perpetrada com drones em uma grande avenida de Caracas durante um ato estatal e outras desmanteladas por agências de inteligência e segurança.

A resposta de nossa Revolução Bolivariana tem sido a participação cada vez maior da nossa Central como protagonista na construção do modelo socialista capaz de satisfazer as necessidades do povo e de nos oferecer “a maior felicidade possível, a maior seguridade social e a maior estabilidade política” para “fazer o governo perfeito delineado pelo Libertador Simón Bolívar em Angostura no ano de 1819 e recuperado pelo Comandante Supremo Hugo Chávez Frías como um legado histórico para consolidarmos a República Socialista Bolivariana com o Presidente Nicolás Maduro no início do século XXI.

Neste contexto, irmão e irmã de classe, queremos, com muito orgulho, convidá-lo a se juntar a nós no dia 22 de março à videoconferência do Congresso Bicentenário dos Povos do Mundo e no dia 26 de março à videoconferência internacional do Presidente Nicolás Maduro no marco deste encontro mundial de solidariedade com a Venezuela e a construção da tão necessária unidade revolucionária para salvar a humanidade da barbárie capitalista e seu instrumento criminoso, o imperialismo e seus aliados. Para ambas as atividades estamos enviando os links de ambas as conferências e as fundações da Plataforma da Classe Trabalhadora Antiimperialista, a quem de nosso CBST apoiamos nesta atividade. Esperamos contar com a sua valiosa participação nesta grande atividade de solidariedade e integração.

Em nome de nossas Federações e Sindicatos filiados, dos trabalhadores da Venezuela, pela Central Bolivariana Socialista de Trabajadores CBST.

Dip Wills Rangel, presidente e Dip Jacobo Torres de León, coordenador internacional da Central Bolivariana Socialista dos Trabalhadores (CBST)

Se inscreva no nosso canal no YouTube /TVClassista

Compartilhar: