Sem resposta do governo, camponeses colombianos bloqueiam estrada

Na Colômbia, cerca de sete mil camponeses colombianos bloquearam nesta sexta-feira (27) as estradas que unem a cidade de Florencia, capital de Caquetá, com o aeroporto e suas localidades no sul desta região.

Os trabalhadores protestam contra a desatenção do governo para suas demandas. Entre as reivindicações dos camponeses está o pagamento de  toneladas de alimentos, enquanto as autoridades alegam não dispor de recursos. 

Os manifestantes denunciam que o governo de Juan Manuel Santos está sendo omisso às solicitações apresentadas por eles e na véspera deixaram a mesa de negociações [segunda das 12 reuniões previstas entre o governo e os agricultores para solucionar a crise]. No primeiro destes encontros, realizado na véspera em Medellín, Antioquia, os camponeses defenderam os direitos a partir do qual o acesso à propriedade, educação, saúde, moradia digna e serviços básicos sejam uma realidade palpável para essas comunidades.  

A crise que afronta o campo está desencadeando desde o inicio do ano com numerosas greves por todo o território colombiano. Florencia, que fica localizada há 520 quilômetros de Bogotá,  é a cidade mais importante do sudeste colombiano e o ponto de união entre a região andina e a amazônica.

Fonte: Prensa Latina 

Compartilhar: