Respeitado cientista político dos EUA dispara: “Bolsonaro é, de longe, o líder mais incompetente”

Ian Bremmer, que também é presidente da empresa Eurasia Group, criticou a segunda troca de ministro da Saúde em um mês no Brasil em meio a uma pandemia

O estadunidense Iam Bremmer, um dos cientistas políticos mais respeitados da atualiade, teceu duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro, nesta sexta-feira (15), pelo fato de o governo brasileiro ter perdido seu segundo ministro da Saúde em menos de um mês, em meio a uma pandemia. 

Para Bremmer, Bolsonaro é o líder “mais incompetente” da democracia.

“Brasil: Dois ministros da saúde foram embora em menos de um mês. Em uma pandemia. O presidente Bolsonaro, de longe, é o líder mais incompetente de uma democracia em sua resposta ao coronavírus”, escreveu o cientista político, em inglês, em seu Twitter.

Em março, Bremmer, que também é presidente da empresa Eurasia Group, já havia criticado Bolsonaro pela forma como o presidente lida com a pandemia. 

“Há muita concorrência, mas o líder mundial mais ineficaz em sua reação ao coronavírus até agora é o presidente Bolsonaro”, disse à época.

Fonte: Revista Fórum

Compartilhar: