Há 80 anos Hitler invadia a URSS

Por Domingos Miranda, jornalista

Há exatos 80 anos, no dia 22 de junho de 1941, Hitler ordenou a invasão da União Soviética, em um ataque surpresa, sem declaração de guerra. Ele reuniu 3,6 milhões de soldados, com o apoio de tanques, aviação e 600 mil veículos para a maior invasão da história.  Foi uma frente de batalha com 2.600 quilômetros de distância. Mas a prepotência é uma péssima conselheira. O ditador alemão, que em 1940 havia derrotado a França em um mês, achava que em três meses suas tropas entrariam em Moscou. Se enganou. Em menos de quatro anos a Alemanha se rendeu.

Mas a União Soviética pagou um alto preço por sua heróica resistência. Morreram 27 milhões de soviéticos, 14 milhões eram civis.  O historiador alemão Chris Helmecke diz que “A guerra de Hitler contra a União Soviética foi uma guerra de extermínio porque, além dos objetivos militares, tratava-se da destruição planejada de todo um Estado junto com sua população”.

Hitler considerava os eslavos “Untermenschen” (sub-humanos), por isso ordenou que a guerra em território soviético não deveria seguir as regras de combate estabelecidos em tratados. Cerca de 3,3 milhões de prisioneiros de guerra do Exército Vermelho morreram nas mãos dos nazistas, a maioria de fome. No primeiro ano de guerra parte do território foi ocupado, mas os alemães viram que a realidade seria muito diferente das outras ocupações. A resistência foi de todo o povo. As pessoas lutavam nas casas, nos pântanos, nas florestas. Cerca de 80% das baixas alemãs foram na frente oriental.

Em fevereiro de 1943 a maré virou contra os alemães, com a derrota do Exército nazista em Stalingrado. A partir daí, paulatinamente os territórios ocupados foram liberados e em abril de 1945 as tropas comandadas por Stalin estavam em Berlim. Dia 30 de abril Hitler se suicidou e em 8 de maio a Alemanha assinou a rendição incondicional. O historiador britânico Jonathan Dunbledy escreveu: “A invasão da União Soviética por parte de Hitler foi a maior, mais sangrenta e mais bárbara empreitada militar da história”.

Se inscreva no nosso canal no YouTube /TVClassista

Compartilhar: