Ferroviários da Alemanha fazem maior greve em 20 anos

Maquinistas alemães da companhia pública de trens do país iniciaram,nesta quarta-feira (5), uma greve de cinco dias, a mais longa em 20 anos.

O sindicato alemão de maquinistas (GDL) convocou na última terça-feira (4) uma nova greve de seus membros, programada para durar até a manhã da próxima segunda-feira (10).

Esta paralisação, que já é a sexta desde o início de setembro e se trata de um dos mais duros embates na história da companhia Deutsche Bahn, deve terminar às 4h do horário local de segunda-feira (10). A suspensão dos serviços da Deutsche Bahn começou às 15h, no horário local.

O GDL exige um aumento salarial de 5% e a redução semanal do tempo de trabalho, mas as negociações estão paralisadas.

A magnitude do movimento grevista não é considerado habitual em uma Alemanha reconhecida pelo diálogo social.

Com agências

Compartilhar: