EUA estão semeando conflitos e sabotando a paz na América Latina, denuncia chanceler cubano

 [email protected]

Tweet por Bruno Rodríguez Parrilla

Em 2014, os países da América Latina e Caribe assinaram a Proclamação de Zona de Paz, mas este grande objetivo humanitário vem sendo sabotado e colocado em risco pela ação criminosa do imperialismo americano.

O chanceler cubano, Bruno Rodríguez Parrilla, acusou os Estados Unidos de sabotar a Proclamação de Zona de Paz assumida por todos os países da América Latina e do Caribe em 2014.

Fez isso em mensagem postada terça-feira (18) em sua conta no Twitter, onde recordou aquela proclamação assumida pelo continente em janeiro daquele ano, durante a II Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), realizada em Havana.

Em 2014, todos os países da América Latina e do Caribe assinaram nossa Proclamação de Zona de Paz, escreveu Rodríguez Parrilla.

A política regional do governo dos Estados Unidos sabotou esta genuína aspiração de nossos povos, reafirmou o chanceler cubano.

Cuba considera que os Estados Unidos violam o compromisso com a paz na região com seus atos hostis e interferentes que afetam Cuba, Nicarágua, Bolívia e Venezuela.

Compartilhar: