Descontrole de Trump pode significar derrota iminente nas urnas, por Heloisa Villela

Por Heloisa Villela

Ao que tudo indica, seremos todos poupados de mais um telequete verbal por aqui. O último rendeu bons resultados aos democratas. Enquanto isso, a pandemia vai produzindo suas perdas: 470, 714, 925 e 950. Essas foram as mortes diárias por Covid país esta semana.

Mas foi preciso Donald Trump exibir toda sua agressividade abjeta em um debate sem discussão de ideias para que os números dele começassem a ceder nas pesquisas. Agora, os idosos da Flórida já estão votando contra o presidente e Biden também avança sobre o eleitorado republicano na Pensilvânia.

Esse mapa da Covid, com dados da Universidade Johns Hopkins, publicano no jornal britânico The Guardian talvez ajude a explicar a mudança dos números nas pesquisas eleitorais. Os estados em vermelho têm, agora, o maior número de casos per capta.

Estão nessa lista alguns estados onde Trump venceu em 2016 e agora perde nas pesquisas, como Arizona, Michigan, Pensilvânia e Flórida. Na Georgia, um estado tradicionalmente republicano, Trump tem apenas 1 ponto percentual de vantagem. Ou seja, está empatado com Biden. E no Texas, por incrível que pareça, o presidente tem apenas 5 pontos de vantagem. Considerando a margem de erro, é um empate técnico.

Fonte: Revista Forum

Compartilhar: