CTB saúda 74 anos da Federação Sindical Mundial

A Federação Sindical Mundial celebra nesta quinta-feira, 3 de outubro, 74 anos. Seu aniversário coincide com a derrota da nazi-fascismo e é comemorado em diferentes países. Desde que foi fundada, em 1945, a organização, que hoje representa, por meio das entidades filiadas, cerca de 92 milhões de trabalhadores em 126 países, sempre defendeu com firmeza os interesses imediatos e futuros da classe trabalhadora.

Orientada por uma concepção classista, a FSM levanta a bandeira do socialismo, batalhando diuturnamente contra a exploração e opressão dos trabalhadores e trabalhadoras, e combate o imperialismo, advogando o respeito ao direito de autodeterminação dos povos e nações, a solução pacífica dos conflitos internacionais e uma nova ordem mundial sem hegemonismos.

Filiada à FSM, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil comemora a data reiterando a convicção de que, para fazer frente à crise geopolítica e econômica da ordem capitalista internacional hegemonizada pelos EUA, é indispensável fortalecer os laços de unidade e solidariedade internacional e resgatar o apelo de Marx e Engels: “Trabalhadores de todo o mundo, uni-vos”.

A Federação Sindical Mundial tem muito a contribuir neste sentido. Longa vida à FSM

São Paulo, 3 de outubro de 2019

Adilson Araújo, presidente da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) Nivaldo Santana, secretário de Relações Internacionais da CTB

Compartilhar: