Comitê pela Paz entrega manifesto de solidariedade à Venezuela contra o imperialismo

Integrantes do Comitê Brasileiro Pela Paz entregaram ao cônsul adjunto do Consulado da Venezuela em São Paulo, Roberto Torresalba, um manifesto em apoio à Assembleia Nacional Constituinte (ANC) e pela paz, na manhã desta sexta-feira (4).

Composto por movimentos populares, partidos e meios de comunicação contra-hegemônicos, o Comitê foi criado na última segunda-feira (31) e defende a democracia e a não-violência. O manifesto foi entregue diretamente ao cônsul venezuelano, que, na ocasião, agradeceu o apoio brasileiro, reafirmando a importância da solidariedade internacional.

“A solidariedade ao povo venezuelano neste momento de forte agressão do império norte-americano é fundamental para todos os povos da America Latina que sonham com nações autônomas e livres”, afirma Carlos Rogério Nunes, secretário de Políticas Sociais da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

“Nos últimos meses, semanas e dias, uma parcela da direita tem praticado ações de violência. Tem mais de 100 mortos, entre queimados vivos e ações de caráter fascista, realmente assustadores. Frente a isso a gente convocou muitas organizações brasileiras e pessoas que apoiam a luta antifascista e antiviolência, para defender a paz na Venezuela, para legitimar o processo da constituinte e legitimar o processo defendido pelo governo eleito democraticamente”, explica Paola Estrada, da articulação dos movimentos sociais da Alba no Brasil.

Nunes ressalta a vitória da democracia na eleição da Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela, no domingo (30). “A vitória das forças populares marcou uma grande derrota ao imperialismo e dá um alento aos movimentos sociais e partidos políticos progressistas”, diz.

“A CTB defende a unidade latino-americana para derrotar a ingerência imperialista em nações soberanas. Os brasileiros estão sentindo na pele essa intromissão do capital financeiro internacional, as forças estão na resistência e quanto mais solidariedade e unidade tivermos, com mais força poderemos derrotar o grande capital e defender os direitos da classe trabalhadora latino-americana”, acentua Nunes.

Acesse a integra do manifesto aqui.

Portal CTB e Brasil de Fato. Foto: Norma Odara

Compartilhar: