China festeja 71 anos de sua Revolução Popular

Neste Primeiro de Outubro transcorre o aniversário da Revolução Chinesa, coroada com a proclamação da República Popular pelo líder histórico Mao Tsetung

Por José Reinaldo Carvalho

O triunfo da Revolução Chinesa foi uma façanha histórica, o fato mais importante da trajetória multimilenar do povo chinês, com grande repercussão também para os destinos da humanidade.

Mao Tsetung proclama fundação da República Popular da China após triunfo da revolução

Nesta data, em 1949, perante 300 mil pessoas, entre militares e civis, reunidos na Praça Tianamen, em Pequim, o líder comunista Mao Tsetung proclamou a fundação da República Popular da China, depois de constituído o Governo Popular.

O mundo assiste com interesse e alegria compartilhada ao impetuoso renascimento e rejuvenescimento da grande nação asiática como fator de desenvolvimento e paz mundiais.

A Revolução Chinesa teve caráter democrático, nacional e social e abriu o caminho para a construção do socialismo com peculiaridades chinesas. A criação da Nova China foi a maior e mais profunda mudança da história do povo chinês, o primeiro passo para afirmar a soberania nacional e da caminhada para a construção de uma nação socialista poderosa, próspera, civilizada, democrática e justa.

Estas vitórias foram conquistadas com ingentes sacrifícios do povo chinês, durante uma luta de três décadas contra as classes dominantes retrógradas, o colonialismo e a invasão estrangeira. Ao derrotar os militaristas japoneses, parte integrante do eixo nazifascista durante a Segunda Guerra Mundial, o povo chinês deu também importante contribuição à luta pela democracia no mundo.  

A trajetória desta revolução beneficiou-se da herança da luta pela República conduzida em 1911 pelo líder nacional e democrata, o Dr. Sun Yatsen.

Foi uma revolução conduzida pelo Partido Comunista, que foi capaz de soerguer o Exército Popular de Libertação e a frente única das forças democráticas e patrióticas.  

A Partir da fundação da República Popular, em 1º de Outubro de 1949, a China ingressou numa nova etapa da sua civilização e iniciou a construção do socialismo, por caminhos sinuosos. 

Nesse percurso, em dezembro de 1978, sob a liderança de outro líder comunista, Deng Xiaoping, a China iniciou o processo de reforma e abertura, que a trouxe ao estágio de desenvolvimento em que se encontra agora. 

Hoje sob a liderança de Xi Jinping o país está a ponto de realizar o sonho chinês de rejuvenescimento da nação chinesa e construir o socialismo da nova era, uma etapa em que dá um salto civilizacional e aparece no palco internacional como uma nação colaborativa, que tem como princípio e meta a construção de um futuro compartilhado por toda a humanidade.

O triunfo da revolução chinesa e da construção do socialismo com as peculiaridades chinesas não seriam possíveis sem a liderança do Partido Comunista Chinês e sem que o povo desempenhasse o papel de principal sujeito da história.

Compartilhar: